Menu
Pesquisa
Pesquisa
Busca interna do iBahia
HOME > GUERRA EM ISRAEL
Ouvir Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Facebook Compartilhar no X Compartilhar no Email
24/10/2023 às 9:45 - há XX semanas | Autor: Da Redação e AFP

GUERRA

Israelense libertada relata agressão: "passei por um inferno"

Idosa de 85 anos contou que foi agredida durante sequestro, mas que depois recebeu atendimento médico

Yocheved Lifshitz foi libertada junto com Nurit Cooper, de 79 anos, também residente em Nir Oz
Yocheved Lifshitz foi libertada junto com Nurit Cooper, de 79 anos, também residente em Nir Oz -

Uma israelense de 85 anos libertada pelo grupo islâmico Hamas disse nesta terça-feira, 24, que foi agredida com varas durante seu sequestro, mas que depois recebeu atendimento médico.

"Passei por um inferno. Não pensamos que poderíamos passar por essa situação", afirmou a idosa, segundo sua filha, que traduziu o discurso da mãe do hebraico para o inglês.

"Os caras me bateram no caminho. Não quebraram minhas costelas, mas me machucaram e eu tive dificuldade para respirar", disse Yocheved Lifshitz a repórteres no hospital de Tel Aviv, um dia após sua libertação.

Lifshitz vivia no Kibutz Nir Oz, uma das comunidades israelenses perto da Faixa de Gaza onde combatentes do Hamas atacaram em 7 de outubro. Seu marido, também octogenário, está entre os mais de 200 reféns ainda mantidos em cativeiro em Gaza.

Yocheved Lifshitz foi libertada junto com Nurit Cooper, de 79 anos, também residente em Nir Oz, três dias após a libertação de duas americanas.

Assuntos relacionados

faixa de gaza Hamas yocheved lifshitz

Compartilhe essa notícia com seus amigos

Compartilhar no Email Compartilhar no X Compartilhar no Facebook Compartilhar no Whatsapp

Tags:

faixa de gaza Hamas yocheved lifshitz

Repórter cidadão

Contribua para o portal com vídeos, áudios e textos sobre o que está acontecendo em seu bairro

ACESSAR

Assuntos relacionados

faixa de gaza Hamas yocheved lifshitz

Publicações Relacionadas

A tarde play
Yocheved Lifshitz foi libertada junto com Nurit Cooper, de 79 anos, também residente em Nir Oz
Play

500 pessoas morreram em ataque contra hospital em Gaza

x

Assine nossa newsletter e receba conteúdos especiais sobre a Bahia

Selecione abaixo temas de sua preferência e receba notificações personalizadas

BAHIA BBB 2024 CULTURA ECONOMIA ENTRETENIMENTO ESPORTES MUNICÍPIOS MÚSICA POLÍTICA