Putin usa JK Rowling para atacar Ocidente e autora rebate

Presidente usou o cancelamento da autora para ilustrar o que o Ocidente vem fazendo com a Rússia

Publicado sexta-feira, 25 de março de 2022 às 15:50 h | Atualizado em 25/03/2022, 15:50 | Autor: Da Redação
JK Rowling é a autora da saga Harry Potter
JK Rowling é a autora da saga Harry Potter -

Nesta sexta-feira, 25, a escritora britânica JK Rowling criticou, por meio de uma publicação no Twitter, o presidente da Rússia, Vladimir Putin, após ele dizer que o Ocidente está tentando 'cancelar' seu país, assim como cancelou a autora por seus comentários transfóbicos.

Durante um pronunciamento televisivo, Putin disse que é cultural das pessoas do Ocidente cancelarem as coisas.

“Eles cancelaram [JK] Rowling recentemente, a autora de livros infantis. Suas obras são publicadas em todo o mundo, [mas fizeram isso] apenas porque ela não satisfez as exigências dos direitos de gênero. Eles agora estão tentando cancelar nosso país”, comentou o presidente russo.

Ainda, o presidente fez comparações a cultura do cancelamento à prática dos nazistas de queimar livros durante a Segunda Guerra Mundial. “Estou falando da discriminação progressiva de tudo que tenha a ver com a Rússia”, finalizou. 

A autora, mundialmente famosa por ter escrito os livros da saga Harry Potter, não gostou dos comentários e divulgou um artigo criticando o presidente e se posicionando a favor da Ucrânia na guerra.

“As críticas à cultura ocidental de cancelamento possivelmente não são mais bem feitas por aqueles que atualmente matam civis pelo crime de resistência, ou que prendem e envenenam seus críticos”, escreveu.

Publicações relacionadas