Empresas vão custear viagens de funcionárias que quiserem abortar

Suprema Corte do país derrubou direito constitucional que assegurava interrupção da gestação

Publicado sábado, 25 de junho de 2022 às 11:32 h | Atualizado em 25/06/2022, 12:22 | Autor: Da Redação
A Amazon anunciou que oferecerá a funcionários até US$ 4 mil em despesas de viagem a cada ano para tratamentos médicos, incluindo abortos
A Amazon anunciou que oferecerá a funcionários até US$ 4 mil em despesas de viagem a cada ano para tratamentos médicos, incluindo abortos -

Empresas como a Meta, proprietária do Facebook e do Instagram, disseram que reembolsariam os funcionários por despesas relacionadas a viagens para fora do estado para realizar o procedimento.

O anúncio da Meta se soma ao de outras empresas dos mais variados setores que prometeram apoio financeiro a funcionários que queiram realizar o aborto. A lista conta com gigantes do entretenimento como Disney e a Netflix e do setor financeiro, como o J.P.Morgan.

"Pretendemos oferecer reembolsos de despesas de viagem, na medida permitida por lei, para funcionários que precisarão deles para acessar serviços de saúde e reprodutivos de fora do estado. Estamos no processo de avaliar a melhor forma de fazê-lo, dadas as complexidades envolvidas", disse o porta-voz da Meta, Andy Stone, por e-mail ao site da NBC.

A Disney e o banco J.P. Morgan disseram a seus funcionários em um memorando interno, obtido pela CNBC, que cobriria as despesas de funcionários que precisam viajar para outro estado para fazer um aborto.

Um porta-voz da WarnerBros Discovery disse à NBC News que a empresa está "comprometida em oferecer aos nossos funcionários em todo o país acesso a serviços de saúde consistentes e abrangentes".

Em maio, a Amazon já havia anunciado que também ofereceria até US$ 4 mil em despesas de viagem a cada ano para tratamentos médicos, incluindo abortos.

Veja lista com algumas empresas que já sinalizaram ajuda aos funcionários:

Warner Bros

Condé Nast

BuzzFeed

Amazon

Goldman Sachs

Snap

Macy's

Intuit

Dick's Sporting Goods

Starbucks

Tesla

Yelp

Airbnb

Netflix

J.P. Morgan

Lyft

Google

Microsoft

Paramount

Citigroup

Publicações relacionadas