Namorado português mata e esquarteja brasileiro | A TARDE
Atarde > Mundo

Namorado português mata e esquarteja brasileiro

O crime foi descoberto quando um gari identificou uma parte do corpo em um saco de lixo

Publicado domingo, 17 de março de 2024 às 11:53 h | Atualizado em 17/03/2024, 15:27 | Autor: Da Redação
Os dois viviam juntos há anos em Lisboa, capital de Portugal
Os dois viviam juntos há anos em Lisboa, capital de Portugal -

Um espanhol de 48 anos matou e esquartejou o namorado brasileiro, de 36 anos. O crime foi descoberto na madrugada da última segunda-feira,11, quando um gari identificou uma parte do corpo da vítima dentro de um saco de lixo. Estava ali o pedaço do umbigo para baixo.

Ao ser acionada, a Polícia Judiciária (PJ) saiu à procura do restante do corpo do brasileiro, mas, após quase uma semana, informou que interrompeu dos trabalhos de buscas. Segundo os agentes, as partes de cima do corpo da vítima devem ter ido parar em um aterro sanitário e destruídas.

Ao adentrar o apartamento onde os dois moravam, a polícia encontrou vestígios de sangue por todos os lados, levando a conclusão de que o assassinato foi cometido ali. Antes de esquartejar o namorado brasileiro, o espanhol desferiu uma série de facadas na vítima.

Relacionamento

Os dois viviam juntos há anos em Lisboa, capital portuguesa, num apartamento no charmoso bairro da Lapa. O pedaço do corpo do morto foi encontrado há pouco mais de 50 metros do prédio onde moravam.

Relatos de vizinhos à imprensa portuguesa apontam que eram constantes as discussões entre assassino e vítima por causa de ciúmes. Por isso, não consideraram a possibilidade do crime, cometido no domingo, 10.

O assassino foi preso pela Polícia Judiciária na quinta-feira, 14, e levado ao Tribunal de Relações para a audiência de custódia. Durante depoimento, ele confessou ter matado o brasileiro, cortado o corpo da vítima em partes e distribuídos por latas de lixo.

A perspectiva é de que o criminoso pegue pelo menos, 25 anos de prisão, se condenado.

Publicações relacionadas