Violência contra motoristas por app é tema de audiência na Alba | A TARDE
Atarde > política > Bahia

Violência contra motoristas por app é tema de audiência na Alba

Motoristas por aplicativo se fizeram presente em audiência pública realizada na Assembleia

Publicado terça-feira, 28 de novembro de 2023 às 17:30 h | Autor: Da Redação
Comissão debateu a violência contra motoristas por aplicativo
Comissão debateu a violência contra motoristas por aplicativo -

A Comissão de Direitos Humanos e Segurança Pública da Assembleia Legislativa da Bahia (Alba) promoveu, na manhã desta terça-feira, 28, uma audiência pública com o objetivo de debater a violência contra motoristas por aplicativo e mototaxistas no estado.

Além de tratar da violência contra os motoristas e mototaxistas de aplicativos, os parlamentares também discutiram, durante a audiência, sobre algumas demandas apresentadas pelos motoristas, a exemplo de falta de reconhecimento profissional, além da precarização das condições de trabalho e a ausência de benefícios trabalhistas.

Segundo o deputado estadual Pablo Roberto (PSDB), presidente da comissão, esse movimento em defesa dos motoristas por aplicativo não se encerra na audiência pública realizada na Alba.

“Vamos continuar lutando por essa causa, defendendo essa pauta. Não podemos normalizar os três latrocínios a motoristas de aplicativos e os mais de 270 assaltos de janeiro a agosto deste ano. Essa infeliz realidade requer uma atenção especial por parte do parlamento”, afirmou o parlamentar.

Além de Pablo Roberto, compuseram a mesa da audiência pública a deputada estadual Neusa Cadore (PT), o delegado da Polícia Civil, Tiago Rodrigues; o coronel da Polícia Militar, Lucas Palma; a representante do aplicativo InDriver, Sabrina Quintino; o presidente da Cooperativa Mista de Motoristas e Mototaxistas por Aplicativo (COOPMMAP-BA), Vick Passos; o representante do Aeroporto Luís Eduardo Magalhães, Gerlan Alves; e o presidente do Sindicato dos Motoristas de Transporte Privado, Zilmar Gomes.

Representantes de associações, sindicatos e cooperativas dos trabalhadores também estiveram presentes na discussão. Douglas Carvalho, motorista por aplicativo, comentou a importância dessa discussão.

“Não dá mais pra gente não saber para onde estamos indo. Isso contribui com todas as situações que culminam até em morte”, criticou o motorista.

Publicações relacionadas