Menu
Pesquisa
Pesquisa
Busca interna do iBahia
HOME > política > BAHIA
Ouvir Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Facebook Compartilhar no X Compartilhar no Email
27/10/2023 às 21:07 - há XX semanas | Autor: Da Redação

VÉSPERAS DA PLENÁRIA

Wagner, Robinson e Éden se reúnem para tratar sobre Salvador

Petistas tratam sobre a conjuntura política atual e os principais desafios do grupo para disputar o pleito

Senador não confirmou presença na plenária municipal
Senador não confirmou presença na plenária municipal -

Nas vésperas da plenária municipal, o pré-candidato pelo PT à Prefeitura de Salvador, Robinson Almeida, se reuniu com o senador Jaques Wagner, considerado um dos caciques do processo eleitoral na capital, e com presidente da sigla, Éden Valadares. Na pauta dos políticos, o assunto que predominou foi as eleições municipais de 2024.

O tema que vem se arrastando desde o mês de julho, deve ser definido em novembro, quando está previsto o anúncio sobre o nome que encabeçará a chapa majoritária da base governista contra o pretenso candidato à reeleição, o prefeito Bruno Reis (União Brasil), como aponta o governador Jerônimo Rodrigues.

Durante a reunião, realizada no gabinete de Wagner, em Salvador, os petistas tratam sobre a conjuntura política atual e os principais desafios do grupo liderado pelo governador Jerônimo Rodrigues e pelo presidente Lula para vencer as eleições na capital baiana.

“Encontro muito positivo com o nosso senador Jaques Wagner e o presidente do PT Bahia, Éden Valadares, sobre os rumos da nossa capital e a disputa política em Salvador”, classificou Robinson Almeida, que também é líder da Federação PT, PCdoB e PV na Assembleia Legislativa (Alba).

O presidente do PT, Éden Valadares elogiou a capacidade de Wagner em acolher e escutar as lideranças políticas. “O senador Wagner, nosso timoneiro como eu gosto de dizer, é uma liderança política comprometida com o diálogo, com o saber ouvir, sempre disposto a ponderar as considerações que lhe são apresentadas e construir caminhos”, afirmou o presidente do PT, Éden Valadares.

O chefe da sigla na Bahia ainda reafirmou o desejo da federação Brasil da Esperança [PT, PCdoB e PV] em vencer o pleito na capital, tendo em vista que a sigla nunca conseguiu eleger um prefeito para comandar a cidade.

"Salvador precisa e merece um prefeito que represente esse projeto que coloque o povo na centralidade, que coloque os soteropolitanos como prioridade, muito diferente do que aí está com o grupo do atual prefeito”, acrescentou Éden.

A militância petista se reúne neste sábado, 28, na Alba para debater sobre o tema. Até o momento, não há previsão da presença do senador Jaques Wagner no evento, segundo afirmou a assessoria do parlamentar. O governador Jerônimo Rodrigues também não estará no encontro, devido ao cumprimento de agenda nos municípios de Jiquiriçá e Laje.

Assuntos relacionados

eleições 2024 eleições municipais prefeitura de salvador PT

Compartilhe essa notícia com seus amigos

Compartilhar no Email Compartilhar no X Compartilhar no Facebook Compartilhar no Whatsapp

Tags:

eleições 2024 eleições municipais prefeitura de salvador PT

Repórter cidadão

Contribua para o portal com vídeos, áudios e textos sobre o que está acontecendo em seu bairro

ACESSAR

Assuntos relacionados

eleições 2024 eleições municipais prefeitura de salvador PT

Publicações Relacionadas

A tarde play
Senador não confirmou presença na plenária municipal
Play

Cresce incômodo de Jerônimo com consórcio da Ponte Salvador-Itaparica

Senador não confirmou presença na plenária municipal
Play

Jerônimo Rodrigues assina acordo de compra dos trens do VLT

Senador não confirmou presença na plenária municipal
Play

Pan American Energy inaugura Complexo Eólico Novo Horizonte

Senador não confirmou presença na plenária municipal
Play

Lula chega ao 2 de Julho para desfile com Jerônimo e aliados

x

Assine nossa newsletter e receba conteúdos especiais sobre a Bahia

Selecione abaixo temas de sua preferência e receba notificações personalizadas

BAHIA BBB 2024 CULTURA ECONOMIA ENTRETENIMENTO ESPORTES MUNICÍPIOS MÚSICA POLÍTICA