Mãe de Paulo Gustavo critica veto à lei com nome do ator | A TARDE
Atarde > Política > Brasil

Mãe de Paulo Gustavo critica veto à lei com nome do ator

Além da mãe, o viúvo do humorista também criticou Bolsonaro pelo veto

Publicado quarta-feira, 06 de abril de 2022 às 13:46 h | Atualizado em 06/04/2022, 13:55 | Autor: Da Redação

O veto à Lei Paulo Gustavo, feito pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (PL), causou indignação não só na classe artística, mas também a dois familiares do humorista que leva o nome da ordem jurídica.

A mãe de Paulo Gustavo, Dea Lúcia Amaral, e o viúvo, o médico Thales Bretas, se posicionaram nas redes sociais contra o veto. “Que tristeza ver nosso país tão desarticulado politicamente. Sem saber defender os interesses da cultura e o bem-estar do povo”, escreveu o viúvo no storie de sua página no Instagram.

Dea Lúcia Amaral, por sua vez, fez uma postagem em que aparece uma montagem com uma foto do filho e uma foto de Bolsonaro. A imagem do presidente tem um “X” em vermelho com a frase “você será vetado”. “Que mico, hein???”, escreveu a mãe de Paulo Gustavo na legenda.

A Lei Paulo Gustavo foi aprovada no dia 15 de março no Senado e destinaria R$ 3,86 bilhões como ajuda ao setor cultural, que busca se recuperar dos impactos da crise causada pela pandemia da covid-19. O recurso empenhado sairia do dinheiro federal para ser enviado a estados e municípios. 

O argumento do governo federal é que o texto não apresentava alternativas para compensar as despesas. O Congresso, porém, pode derrubar o veto. 

A lei leva o nome de Paulo Gustavo, famoso humorista que faleceu aos 42 anos por conta das complicações com a covid-19, em maio do ano passado.

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS