EUA: Biden amplia domínio; Sanders vence no Colorado e em Vermont

Publicado quarta-feira, 04 de março de 2020 às 07:54 h | Atualizado em 04/03/2020, 08:00 | Autor: RTP | Agência Brasil

O ex-vice-presidente dos Estados Unidos (EUA) Joe Biden estendeu o domínio no Sul do país, ao vencer as primárias do Partido Democrata nos estados de Oklahoma, Tennessee, Alabama, Virgínia e Carolina do Norte, enquanto Bernie Sanders venceu no Colorado e em Vermont, indicam dados preliminares.

Biden amplia sua posição, no momento em que as urnas já foram encerradas em 12 dos 14 estados que votaram na chamada "superterça-feira", uma megajornada eleitoral para eleger mais de um terço dos 3.979 delegados que vão escolher o candidato democrata nas eleições presidenciais de 3 de novembro próximo nos Estados Unidos.

Biden deixou claro o domínio no Sul, impulsionado pelo forte apoio dos eleitores afro-americanos, que também lhe deram a vitória no sábado, 29, no estado da Carolina do Sul.

Os cinco estados que Biden conquistou, nesta terça-feira, 3, distribuíram um total de 362 delegados, que vão escolher o candidato do partido na convenção democrata.

Por outro lado, o senador Bernie Sanders venceu nos estados do Colorado e do Vermont, com 83 delegados.

Os resultados nos estados do Texas e de Massachusetts, o segundo e o quinto com maior número de delegados (228 e 91 delegados, respectivamente), ainda não estavam definidos, no momento em que as urnas fecharam, assim como no Arkansas, em Minnesota e Maine.

As assembleias de voto de Utah e da Califórnia ainda estão abertas.

As sondagens indicavam que Bernie Sanders era o candidato mais bem posicionado para vencer os estados com maior número de delegados: Califórnia e Texas.

Sanders chegou à "superterça-feira" com ligeira vantagem nos delegados sobre Biden (60 contra 54), após a votação nos quatro primeiros estados: Iowa, New Hampshire, Nevada e Carolina do Sul.

Antes da "superterça", alguns dos principais nomes como Pete Buttigieg, Amy Klobuchar e Beto O`Rourke abandonaram a corrida e declararam apoiar o ex-vice-presidente de Barack Obama.

O grupo de candidatos mais bem posicionados nas sondagens está agora reduzido a quatro nomes: Bernie Sanders, Joe Biden, Elizabeth Warren e Michael Bloomberg.

Publicações relacionadas