MDB nega retirada de candidatura de Geraldo Jr. à Prefeitura | A TARDE
Atarde > Política

MDB nega retirada de candidatura de Geraldo Jr. à Prefeitura

Presidente de honra do partido, Lúcio Vieira Lima afirmou que partido não será empecilho em caso de consenso

Publicado segunda-feira, 11 de dezembro de 2023 às 18:50 h | Atualizado em 11/12/2023, 19:03 | Autor: Fernando Valverde
Geraldo (MDB), Jerônimo (PT) e Otto (PSD) seguem em busca de união da base
Geraldo (MDB), Jerônimo (PT) e Otto (PSD) seguem em busca de união da base -

Após uma postagem do ex-senador Geddel Vieira Lima, onde o mesmo afirma ver uma leitura em que o MDB poderia retirar a pré-candidatura de Geraldo Jr., vice-governador da Bahia, à Prefeitura de Salvador em prol da unificação da base, o burburinho de que isso fosse uma posição oficial do partido tomou conta da classe política nesta segunda, 11.

Em conversa com o A TARDE, o presidente de honra do MDB baiano, o ex-deputado Lúcio Vieira Lima, confirmou que essa é uma visão do partido, mas negou que qualquer decisão tenha sido tomada e muito menos que a candidatura de Geraldo já tenha sido retirada à essa altura.

"Se for um impedimento pra união da base, o MDB retira. O que não dá, é pra ficar a base sangrando. O que nós queremos é acabar com o sangramento da base. Para que tenhamos já no Bonfim o candidato andando com o governador", afirmou.

Um dos especulados para assumir a posição é o deputado federal Antonio Brito (PSD), que teve seu nome endossado pelo senador Otto Alencar (PSD). Segundo Lucio, o MDB marcharia ao lado do parlamentar caso a base feche questão em torno de seu nome de uma forma célere.

"Se for pra ajudar, Antônio Brito, que teve sua candidatura lançada por Otto, terá nosso apoio para que a candidatura seja lançada agora logo. É um negócio lógico. Não entendi as manchetes que usaram a postagem de Geddel (como uma posição oficial do MDB) quando a mensagem está muito clara", pontuou.

"Quando colocamos o nome de Geraldinho, é porque temos a certeza de que ele é o melhor nome para ganhar a eleição, mas esse argumento, pelo que estou vendo, não está convencendo os demais partidos. Passou-se um ano com reuniões de Conselho e não se chegou a esse consenso de melhor nome. Então estamos dispostos a apoiar o nome que venha.

O emedebista reclamou da ausência de conversas do Conselho Político do governador Jerônimo Rodrigues, que segue em busca do consenso da base mas não tem avançado nas tratativas, e reiterou que o MDB não será um empecilho caso o grupo governista chegue a um nome.

"Se for para lançar Antônio Brito, o MDB apoiará Antônio Brito com o maior carinho. Ele, Alice, qualquer um, desde que essa decisão seja tomada"

Publicações relacionadas