Confira o capítulo final da série sobre o Dois de Julho | A TARDE
Atarde > A TARDE Play

Confira o capítulo final da série sobre o Dois de Julho

O especial celebra os 200 anos da nossa independência e está disponível no canal do A TARDE Play no Youtube

Publicado domingo, 02 de julho de 2023 às 16:23 h | Autor: Da Redação
Imagem ilustrativa da imagem Confira o capítulo final da série sobre o Dois de Julho
-

Chegamos aos 200 anos da data mais célebre do calendário baiano: o dois de julho. Mais que reverenciar o sol que nasce, brilha e nos ilumina, hoje devemos resgatar os motivos que fazem desse dia o símbolo mais importante da identidade baiana. Rompendo os limites do recôncavo, e integrando sertão e litoral na luta pela defesa da nossa soberania, a independência do nosso estado é um evento complexo, repleto de elementos e personagens que dão a ela sua devida dimensão.

Para cultivar e preservar as memórias da Independência do Brasil na Bahia, o A TARDE Play (Núcleo de audiovisual do Grupo A TARDE) lançou em seu canal do Youtube, o sexto e último episódio da série “2 de julho: 200 anos de luta e festa na Bahia”, como parte das comemorações voltadas para o bicentenário. 

Neste episódio final, falaremos sobre os aspectos religiosos que estão presentes nas comemorações da nossa data magna. O destaque especial vai para as figuras do caboclo e da cabocla, que além de constituírem um amálgama étnico das personagens que combateram as tropas portuguesas, aparecem como uma efígie das lutas empreendidas ao longo de toda a nossa história. 

A Naadoji vodunó Mãe Índia, do Terreiro do Bogum, no Engenho Velho da Federação, ressalta a importância de manter viva a tradição de reverenciar os caboclos no dia dois de julho. A líder religiosa relata que ,nesse dia, durante as festas, “muitos terreiros vêm homenagear os caboclos que chegam. É muito lindo, uma energia muito forte, que só quem tem, tem”.

Para o padre Edson, Reitor da Basílica Santuário do Senhor do Bonfim, “a religiosidade do nosso povo relaciona muito as comemorações, os acontecimentos cívicos e a vida social com a religião, porque acredita que Deus participa do nosso dia a dia”. Neste ano, inclusive, o hino cívico ao Senhor do Bonfim completa um século de reverência à vitória baiana nas lutas pela nossa independência.

Milton Moura, professor de história da UFBA, observa a importância da religiosidade no processo de desenvolvimento das sociedades, e destaca que “a religião é forte, inclusive, em nossa realidade contemporânea. O que muda é a forma como as religiões agregam e congregam as pessoas. Religião é isso, juntar as pessoas em volta de sentimentos, posturas e movimentos, e tem se colocado, sempre, como um elemento importante na composição do povo baiano”.

Para maratonar

Mais que revisitar os contextos e fatos que conduziram à libertação do território baiano e defesa da soberania brasileira, a série mergulha na nossa própria história e oferece ferramentas para a compreensão, de forma substancial, da tradição cultural à qual pertencemos. A narrativa aborda diversos aspectos da data magna e propõe uma leitura comemorativa e crítica que vai além da retomada dos fatos ocorridos entre 1822 e 1823. 

Com o lançamento de hoje, você poderá assistir a todos os episódios do nosso especial. A série está disponível, na íntegra, no canal do A TARDE Play no Youtube e reúne diversos especialistas para tratarem sobre o Dois de Julho.

Se inscreva em nosso canal e ative as notificações para não perder nenhum conteúdo.

Assista ao episódio:

 

A TARDE Play
 

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS