Fenatran em cenário otimista

Publicado quarta-feira, 16 de outubro de 2019 às 11:37 h | Atualizado em 16/10/2019, 12:38 | Autor: Lúcia Camargo Nunes | Foto: Divulgação

O transporte de cargas é o centro das atenções da maior feira do setor, a 22ª Fenatran, que vai até dia 18 de outubro no Expo São Paulo. O evento reúne mais de 450 marcas, entre elas montadoras de veículos comerciais, fornecedores de autopeças e implementadores rodoviários. Do outro lado estão compradores, nesta que é uma feira de negócios, com transportadores, distribuidores, indústria geral, cadeia de produção da indústria têxtil, agronegócio e supermercadistas, entre outros. O transporte rodoviário é o principal sistema logístico do país: mais de 61% de toda a carga transportada em território nacional é feita por caminhões.

Mesmo em uma economia andando de lado, com previsão de PIB inferior a 1% este ano, o mercado de caminhões já teve seus números revisados para cima recentemente pela Anfavea, com alta de 8% na produção e 35% nas vendas internas.

Os números só não são tão animadores porque a base desse crescimento é baixa: de 154,5 mil vendidos em 2013 despencaram até chegar a 50,2 mil em 2016 (-67,4%) e foram se recuperando desde 2017. Para este ano a expectativa é bater em 100 mil emplacamentos. Líderes do segmento apostam em crescimento da produção de veículos urbanos de carga (VUCs) e de veículos pesados, impulsionados pelo setor agrícola.

As montadoras

Na Fenatran, além dos expositores, cinco montadoras – Citroën, Mercedes-Benz, Peugeot, Scania e VW Caminhões – oferecem aos visitantes teste drive em uma pista externa de 2 km. A Mercedes-Benz, por exemplo, colocou à disposição um caminhão com direção autônoma para ser testado. Trata-se do Atego 2730 6x4, caminhão feito pela parceria entre Mercedes-Benz e Grunner, que já opera na colheita de cana-de-açúcar. A fabricante de pneus Continental, que possui uma planta em Camaçari, utiliza essa pista também para apresentar um novo pneu da marca para uso na extração de madeira e transporte de cana-de-açúcar.

Das novidades para o mercado, a Volkswagen lança a linha Delivery com câmbio automatizado, a versão definitiva do modelo elétrico e-Delivery que chega ao mercado no segundo semestre de 2020 (no modelo de 14 toneladas, com autonomia de 200 km e recarga em 3 horas), uma opção 4x4 para o Delivery e o novo serviço Volks Care, que integra conectividade, gestão de serviços, planos de manutenção e assistência 24 horas para seus clientes.

A Iveco apresenta a nova linha Daily, sua best-seller no mercado, que começa a ser produzida em abril de 2020, em versões de 3,5 a 7 toneladas de peso bruto total (PBT), incluindo uma van para 20 passageiros. Além de recursos para melhorar o consumo dos motores FTP, os novos Daily trazem novos itens de segurança, como assistente de partida em rampa, programa eletrônico de estabilidade e tração e sensores de ré.

A Scania anunciou que abrirá os pedidos de encomendas para seus caminhões movidos a gás, com produção a partir de 2020 na fábrica de São Bernardo do Campo (SP). Um deles, que é movido 100% a gás natural liquefeito GNL, reduz as emissões de CO2 em 15% e é 20% mais silencioso em comparação ao diesel. Já o primeiro caminhão do Brasil movido a gás natural (GNV) e biometano diminui as emissões de CO2 em 15% no GNV e em até 90% no biometano. É 20% mais silencioso em comparação ao modelo a diesel.

O Grupo PSA inicia no Brasil as operações com a plataforma global Free2Move, com o Connect Fleet, solução de telemetria e rastreamento de frota que ajuda a controlar e otimizar custos. A Peugeot ainda apresenta na feira a Boxer Minibus de 16 lugares.

A Mercedes-Benz lança o primeiro caminhão sem espelhos retrovisores da América Latina. Pelo MirrorCam, instalado no novo Actros, imagens são captadas e exibidas simultaneamente em duas telas no interior da cabina, o que promete melhorar a visibilidade, inclusive à noite, e otimizando seu consumo devido à melhor aerodinâmica. Também levou à feira a nova linha Sprinter.

A Volvo aproveitou o evento para divulgar estudos de caminhões elétricos no Brasil, embora ainda sem data para estarem no mercado. Entre os novos produtos, a marca leva à feira uma série especial 40 anos do modelo FH e o aplicativo Eu Rodo Seguro, ferramenta de gestão de risco de acidentes nas rodovias. Uma curiosidade é o Iron Knight, caminhão de 2.400 cv e considerado o mais veloz do mundo, que chega a 276 km/h equipado com pneus Goodyear.

Publicações relacionadas