O DNA off-road do Renegade Trailhawk

Publicado quarta-feira, 09 de outubro de 2019 às 12:30 h | Atualizado em 09/10/2019, 12:34 | Autor: Núbia Cristina | Foto: Paulo Coutinho | Divulgação

Belo e bem equipado, o Jeep Renegade Trailhawk roda bem na cidade. Entretanto, o modelo que estampa o selo Trail Rated 4x4 assume outra personalidade quando é desafiado a andar em trilhas. Nos trechos fora de estrada, seja na terra ou na areia, a versão topo de linha revela o poder do motor 2.0 turbo diesel, com transmissão automática de nove marchas.

A TARDE Autos avaliou a linha 2019-2020 do modelo que honra o DNA off-road da marca Jeep e custa R$ 147.600. O motor 2.0 tem potência máxima de 170 cv e 35,7 kgfm de torque. Essa motorização garante ótimas acelerações e retomadas de velocidade. Ao pisar no acelerador, o carro responde imediatamente. O câmbio automático de nove marchas realiza as trocas de maneira suave, sem soluços, no tempo certo. A combinação também garante efetividade no consumo de combustível (consumo na cidade 9,4 km/l e consumo na estrada 11,5 km/l).

Aventura

O Jeep Renegade Trailhawk atraiu olhares de admiração ao trafegar pela cidade. A cor da versão que avaliei (azul-jazz) ficou ainda mais bonita com a luz da capital baiana e ganhou reflexos interessantes nas praias da Linha Verde (região metropolitana). Adesivos na cor preta (fosca) no capô e nas laterais do carro são o toque de classe do modelo, que tem grades frontais no mesmo tom de preto. Na parte dianteira (lateral) o selo Trail Rated 4x4 chama atenção e aponta os diferenciais do Trailhawk.

Ele revela que o modelo tem condição de superar os desafios da trilha de testes Moab. Uma trilha da Jeep, nos Estados Unidos, na qual a fabricante testa a capacidade fora de estrada dos seus produtos, até em terrenos pedregosos. A altura de suspensão é um detalhe peculiar, o carro é um pouco mais alto, e há chapas de proteção na parte inferior do veículo, o que deixa claro o perfil off-road.

Com 20 mm extras de altura do solo em relação aos concorrentes Renault Duster 4WD e o Ford EcoSport Storm, o Jeep Renegade Trailhawk oferece vantagens para quem quer andar bem na terra e superar obstáculos. Os pneus 215/60 R17 têm boa desenvoltura nas trilhas de terra e areia. O modelo tem articulação de roda de 212 mm de altura do solo.

O sistema 4x4 inclui o controle de tração Selec-Terrain, com até cinco modos de operação: auto (automático), snow (neve), sand/mud (areia/lama) e o rock (pedra). Na parte frontal, dois ganchos vermelhos são outra característica que remete à aventura, pois eles podem ser utilizados para reboque de outro veículo (há gancho também na parte traseira do veículo).

Bem equipado

Essa versão topo de linha é recheada de equipamentos de série – o único opcional é o teto solar, por R$ 8.140 –, a começar pelo sistema de chave presencial com partida por botão. Destaque para o ar-condicionado de duas zonas, que teve melhoria de 20% na eficiência térmica. Painel de instrumentos com tela TFT de 7”, central multimídia, chamada de Uconnect, com display de 8,4”, e compatibilidade com Apple CarPlay e Android Auto, bluetooth, duas entradas USB, entrada auxiliar e até uma tomada de 127 volts localizada na parte traseira do console central.

Calcanhar de Aquiles

No interior, vale ressaltar o bom acabamento e a alta qualidade dos materiais. O volante multifuncional permite acessar comandos de forma descomplicada e modificar as configurações do veículo. Com 260 litros, o tamanho do porta-malas é o calcanhar de Aquiles deste modelo. Há pouco espaço.

Custo-benefício

O preço de R$ 147.600 torna vantajosa a relação custo-benefício, considerando que nenhum concorrente tem motor turbo diesel e câmbio automático de nove marchas, vale a pena o investimento. Em especial para quem deseja um carro versátil, que atende bem às necessidades do dia a dia, mas prioriza o uso fora de estrada.

Publicações relacionadas