Virtudes da Renault Duster Oroch 2.0 automática

Publicado quarta-feira, 11 de setembro de 2019 às 09:43 h | Atualizado em 21/01/2021, 00:00 | Autor: Wagner Gonzalez | Fotos: Rodolfo Buhrer | La Imagem | Renault

Não se pode agradar a todos, mas é possível encontrar um nicho onde a peculiaridade de uma solução faça a alegria de um bom punhado de gente. No universo dos veículos comerciais leves nenhum se enquadra tão bem nessa descrição quanto a Duster Oroch, picape de cabine dupla que esnoba a Fiat Strada e a VW Saveiro em tamanho, e perde para a Fiat Toro em termos de estilo. Perder é relativo, pois se trata de um automóvel com dimensões intermediárias em relação às opções mencionadas, e oferece acomodação confortável para quatro passageiros, em uma embalagem bem razoável e preço bem mais acessível que a mais moderna Toro.

A versão Dynamique (topo de linha) do utilitário derivado da plataforma do Dacia romeno é a única das três com carroceria de quatro portas e câmbio automático de quatro velocidades; seu preço sugerido é R$ 82.390, R$ 400 mais caro que a Fiat Strada Adventure (três portas, câmbio de cinco marchas) e cerca de R$ 3.500 mais barata que a VW Saveiro Cross CD, que tem apenas duas portas e menos espaço interno. A versão mais próxima da Fiat Toro é a 1.8 Toro Endurance 1.8 Flex AT6, que exibe a etiqueta mais salgada (R$ 98.990 de preço-base) e oferece transmissão automática de seis velocidades.

PRÓS E CONTRAS

No cotidiano

No uso diário a Oroch também tem vantagens e desvantagens em relação ao trio de concorrentes, e o que sobressai é o conforto interno para quatro passageiros, com amplo espaço e comandos individuais, para movimentar os vidros das janelas traseiras. Embora equipada para transportar cinco ocupantes, o passageiro que ocupa o assento do meio do banco traseiro enfrentará o tradicional túnel central da estrutura monobloco da Duster Oroch, algo nada inesperado. Uma tomada de força 12 V compensa a falta de uma porta USB para alimentar computador ou carregar celular de quem vai atrás. Se a maior e mais cara Fiat Toro também pode levar cinco passageiros, nem pense em fazer o mesmo com a Fiat Strada ou, muito menos, com a VW Saveiro. A capacidade de carga máxima, 650 quilos, é a mesma do Toro e Strada Adventure e 47 kg maior que a da Saveiro. Em termos de volume só mesmo a Toro supera a Oroch: pode receber 820 litros de carga, contra 683 litros da Oroch, 680 da Adventure e 607 da Saveiro.

Imagem ilustrativa da imagem Virtudes da Renault Duster Oroch 2.0 automática
Acomoda até cinco pessoas e carrega 650 kg

Em termos de desempenho fica claro que estamos falando de automóveis voltados para uso misto e sem preocupações primárias no que se refere a desempenho: dados do fabricante indicam o tempo de 10”4 para chegar aos 100 km/h, partindo da imobilidade, pior que os 10”3 da Adventure e 10” cravados da Saveiro; a Toro, mais pesada, leva ainda tempo: 12”2 e chega a 175 km/h de velocidade máxima e fica atrás da Oroch (176 km/h), Adventure (189 km/h) e da Saveiro (181 km/h). Apesar de ter a potência e torque mais elevados do grupo (146 cv a 5.750 rpm e 20,9 kgfm a 4.000 rpm, ambos medidos com o motor alimentado com etanol) pode-se explicar seus dados de desempenho da picape pelo uso de um câmbio automático de quatro velocidades, opção adotada para conter custos de produção, pois implica em utilizar o mesmo conjunto de potência e transmissão da Captur 2.0.

No ciclo urbano conseguimos atingir a média de 6,8 km/l utilizando etanol e que reflete o ‘para e anda típico de trajetos em trânsito pesado e percursos curtos. Um câmbio mecânico (como a Adventure e Saveiro) certamente cansaria mais o motorista, mas permitiria melhorar esse índice e agradaria mais quem gosta de dirigir. Para essa tarefa ajuda bastante o programa Driving Eco2, aplicativo que auxilia o motorista a acelerar e frear de forma mais eficiente, o que se traduz em maior rendimento energético e menor desgaste do veículo. Outro ponto favorável à Duster Oroch é o uso de pneus de uso misto e a altura livre do solo de 206 mm, igual a da Toro e maior que Adventure (194) e Saveiro (198).

Imagem ilustrativa da imagem Virtudes da Renault Duster Oroch 2.0 automática
Bom espaço interno e acabamento na média
Imagem ilustrativa da imagem Virtudes da Renault Duster Oroch 2.0 automática
Câmbio automático de quatro velocidades

Publicações relacionadas