Volkswagen anuncia férias de funcionários por falta de semicondutores

Publicado domingo, 26 de setembro de 2021 às 16:09 h | Atualizado em 26/09/2021, 16:13 | Autor: Da Redação

A partir de segunda-feira, 27, cerca de 800 trabalhadores da Volkswagen, unidade de Taubaté, no interior de São Paulo, entrarão em férias coletivas pelo período de dez dias. O número corresponde à quantidade de funcionários que atuam em um turno de trabalho da fábrica. O anúncio foi feito neste domingo, 26, através de um comunicado publicado no site do Sindicato dos Metalúrgicos de Taubaté e Região (Sindimetau).

Essa é a sexta vez que a companhia, que produz os modelos Gol e Voyage, anuncia férias somente em 2021: “A medida será aplicada mais uma vez pela falta de componentes, principalmente de semicondutores, que vem sofrendo oscilações no fornecimento e dificultando a produção mundial de veículos”, publicou.

Segundo informações da CNN, a falta de semicondutores está atingindo principalmente a fabricação de produtos eletrônicos e de automóveis em todo o mundo. No Brasil, a Volkswagen está seguindo o caminho da Toyota, que anunciou recentemente que a produção do sedã Corolla será suspensa entre 13 e 22 de outubro, em Indaiatuba. Pelo mesmo motivo, a montadora também concederá férias coletivas aos funcionários.

De acordo com uma pesquisa divulgada pela KPMG em junho deste ano, o prejuízo na indústria automotiva pode chegar a US$ 100 bilhões por conta da falta dos chips. O estudo apontou ainda que para evitar problemas com o abastecimento de semicondutores, as empresas do setor precisam reavaliar o modelo de negócios.

As duas montadoras juntas registraram cerca de 80% dos US$ 125 bilhões de perdas causadas pela falta de componentes necessários.

Publicações relacionadas