Acesso ao abastecimento de água é tema de seminário em Salvador

Publicado segunda-feira, 07 de outubro de 2019 às 12:15 h | Atualizado em 07/10/2019, 12:22 | Autor: Da Redação | Foto: Divulgação | Sema

Trazendo o tema 'Universalização do acesso à água – Desafios do saneamento Rural', a Bahia vai sediar neste mês de novembro o 'X Seminário Sisar e Centrais'. Nos dias 5, 6 e 7, o evento, que ocorre de forma itinerante pelo Nordeste, será sediado no auditório da União dos Prefeitos da Bahia (UPB), em Salvador, realizado pelo Instituto Sisar e pelas Centrais de Associações Comunitárias do Piauí e Ceará.

Estas Centrais funcionam como um modelo de gestão que assegura a prestação dos serviços de saneamento básico, de forma autogerida e autossustentável. Elas contribuem também para o desenvolvimento social e econômico das zonas rurais. Sua constituição por uma federação de associações tem o objetivo de viabilizar economicamente a gestão comercial e a manutenção dos sistemas de abastecimento de água por ela operados, através da cobrança de uma tarifa compatível com as condições socioeconômicas da população.

“Esse é um modelo de gestão sustentável, com ações que contribuem pra o desenvolvimento social e a preservação ambiental, além de desenvolver a agricultura familiar, promovendo geração de renda para a população da zona rural”, explica Leonardo Góes, secretario de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS).

Já estão em funcionamento, na Bahia, as Centrais de Jacobina e de Seabra, implantadas pela Companhia de Engenharia Hídrica e de saneamento da Bahia (Cerb), vinculada à SIHS.

Publicações relacionadas