adblock ativo

Bruno Reis aponta novembro como limite para decidir realização de Réveillon e Carnaval

Publicado às | Atualizado em 26/10/2021, 12:37 | Autor: Da Redação
Festival da Virada pode voltar a ser organizado pela prefeitura | Foto: Adilton Venegeroles | Ag. A TARDE
Festival da Virada pode voltar a ser organizado pela prefeitura | Foto: Adilton Venegeroles | Ag. A TARDE -
adblock ativo

O prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM) espera que o mês de novembro seja definitivo para a definição da realização do Réveillon e Carnaval na capital baiana. O gestor tem mencionado as festas em diversas ocasiões e espera o aumento da população completamente vacinada contra a Covid-19 para confirmá-las.

"Precisamos durante o mês de novembro tomar uma decisão sobre o Réveillon e o Carnaval. O que eu tenho percebido, vendo o que está acontecendo no Brasil e no mundo é que os eventos estão voltando com uma grande quantidade de pessoas, em Goiânia nós tivemos um show de Gusttavo Lima com mais de 20 mil pessoas. Nós estamos avaliando todos esses fatores, conversando com técnicos e cientistas. Vamos decidir isso em novembro, porque se não nós não teremos tempo hábil para organizar", falou Bruno Reis durante a entrega da primeira etapa da Nova Adhemar de Barros, nesta terça-feira, 26.

O prefeito voltou a pontuar que a descisão sobre realização ou não sobre as festas precisa ser tomada junto com o Governo do Estado, mas que ainda não há nenhuma definição acerca de protocolos. Anteriormente, Bruno Reis apontou o início de novembro como data-limite para a decisão.

"Os protocolos são definidos de acordo com o estágio da pandemia. Estamos avaliando os números da pandemia no mês de outubro e precisamos durante o mês de novembro. O Réveillon especificamente depende de patrocinadores porque é uma festa custeada por iniciativas privadas", falou.

adblock ativo

Publicações relacionadas