Codecon fiscaliza estabelecimentos e distribui informativos para consumidores

Publicado quinta-feira, 20 de fevereiro de 2020 às 11:50 h | Atualizado em 20/02/2020, 12:05 | Autor: Da Redação

A Diretoria de Defesa do Consumidor de Salvador (Codecon) iniciou a operação de fiscalização dos circuitos e bairros. Desde a segunda-feira, 17, o órgão está distribuindo para soteropolitanos e turistas cartilhas com orientações - em português, inglês e espanhol - de como o cliente deve agir em caso de descumprimento da legislação.

O órgão já realizou 540 vistorias, sendo geradas 87 notificações e 45 foram por produtos sem a etiqueta de validade ou por falta de preço. Também foram noficadas 27 estabelecimentos que não possuem exemplar do Código de Defesa do Consumidor, e seis por ausência da placa informativa sobre a proibição de fumar. Além desses, foram encontrados cinco locais com produtos vencidos e quatro por ausência de higiene e falta de lixeiras adequadas nas cozinhas.

A diretoria do órgão, Roberta Caires, argumentou que vários comerciantes já estão cientes e que a maioria encontra-se com regularidade como determina Código de Defesa do Consumidor (CDC).

 “Os mais de 80% dos comerciantes em Plataforma, Periperi, na Liberdade e na Boca do Rio, além da área do Campo Grande, onde estivemos, estão atentos. Isso se deve a um trabalho rotineiro e preventivo, baseado em educação e fiscalização, que a Codecon realiza o ano inteiro”, diz. 

Através do aplicativo Codecon Mobile e pelas redes sociais Facebook e Instagram o consumidor poderá notificar irregularidades ou tirar duvidas. Para a chamada, o folião pode ligar para o Disque Salvador 156 ou comparecer à sede do órgão localizada na Rua Chile, n°3, com horário de funcionamento das 8h às 17h. Durante o Carnaval, equipes do órgão estarão à disposição com um balcão na Praça Municipal, em frente ao Elevador Lacerda.

Publicações relacionadas