Esquadrão antibombas é acionado por causa de mochila em Salvador

Área foi isolada e moradores precisaram deixar as suas casas

Publicado terça-feira, 18 de janeiro de 2022 às 09:28 h | Atualizado em 18/01/2022, 12:08 | Autor: Da Redação

Nas primeiras horas da manhã desta terça-feira, 18, o esquadrão antibombas do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) foi acionado por causa de uma mochila misteriosa deixada em frente a uma casa no Rua Aurélio Rodrigues da Silva, na Caixa d'Água. Um material explosivo foi encontrado na ação. 

O esquadrão antibombas foi acionado por policiais que atenderam ocorrência dos moradores. A mochila foi encontrada por volta das 4h e populares ouviram explosões mais cedo, o que aumentou a desconfiança. 

De acordo com a Polícia Militar, os policiais encontraram um artefato explosivo fixado a uma motocicleta, que havia sido parcialmente danificada. Um contador de energia residencial também foi encontrado danificado e, próximo ao mesmo, foi localizada uma mochila, contendo outro suposto material explosivo que ainda não havia sido detonado. 

"Nós nos deparamos com uma mochila na grade que dá acesso a uma residência e entendemos que, por uma questão técnica, deveríamos acionar o Bope", disse o major da PM, Marcelo Pitta, à TV Itapoan.

Com isso, o esquadrão antibombas foi acionado. Com a suspeita de bomba, moradores da rua tiveram que sair das suas casas. Agentes do esquadrão isolaram a área em que a mochila foi encontrada. 

Militares do BOPE então realizaram a explosão controlada do material encontrado na mochila, constatando que se tratavam de fogos de artifício e rojões pirotécnicos. A Polícia Civil investigará a autoria e a motivação.

Publicações relacionadas