Estudantes assistem a peça sobre Independência do Brasil na Bahia | A TARDE
Atarde > Bahia > Salvador

Estudantes assistem a peça sobre Independência do Brasil na Bahia

Evento faz parte da programação dos 475 anos de Salvador

Publicado quarta-feira, 27 de março de 2024 às 18:07 h | Atualizado em 27/03/2024, 18:12 | Autor: Da Redação
A trama acompanha a jornada do escravizado Ioiô e de sua companheira alforriada Iaiá
A trama acompanha a jornada do escravizado Ioiô e de sua companheira alforriada Iaiá -

Por ocasião da comemoração do aniversário de Salvador, que vai ser comemorado na próxima sexta-feira, 29, os alunos da rede estadual da Bahia vão assistir ao espetáculo chamado "Dois do Sete", que conta a luta para a expulsão das tropas portuguesas do Brasil pela perspectiva do protagonismo dos negros, das mulheres, dos indígenas e dos caboclos.

O momento será de reflexão sobre os fatos e acontecimentos que antecederam e sucederam a proclamação e conquista da Independência do Brasil na Bahia. Jovens da TV Pelourinho e da Escola Olodum, junto com atrizes e atores consagrados da cena baiana vão protagonizar o espetáculo.

Na manhã desta quarta-feira, 27, o “Dois do Sete” foi encenado no Colégio Estadual Pinto de Aguiar, em Mussurunga I. Para Leonardo Sena Santos e sua colega Ana Luisa Nascimento, ambos com 16 anos e estudantes do 2º ano do Ensino Médio, o que mais chamou a atenção na montagem, além do colorido, da dança e da música, foi a forma descontraída e coloquial, mesclando momentos de tensão e humor em que os atores em cena contaram a verdadeira história da Independência da Bahia. Na próxima semana, a trama será levada aos alunos dos colégios estaduais de Praia Grande, no bairro de Periperi, na terça-feira (2), e no Edvaldo Brandão Correia, em Cajazeiras IV, na quinta-feira (4).

A apresentação tem como propósito despertar em toda a comunidade escolar o reconhecimento, o pertencimento e a representatividade, possibilitando a reconstrução histórica da narrativa inerente ao Dois de Julho. “Esta apresentação é uma forma de comemorar o aniversário da nossa cidade. É importante celebrar esta data com arte e reflexão sobre o nosso pertencimento, para reafirmarmos o nosso lugar de soteropolitano e de baiano nesse lugar de resistência. A peça teatral tem uma intencionalidade reflexiva, que por certo vai contribuir com a formação do nosso estudante. Um viva para que Salvador consiga construir essa independência e essa liberdade pela cultura, pela arte pelo conhecimento”, ressaltou a superintendente de Políticas para a Educação Básica da SEC, Leninha Vila Nova.

Sobre o espetáculo

Com o tema "A odisseia de Iaiá e Ioiô, soldados do Exército Esfarrapado na conquista da independência e consagração da gênese baiana", a trama acompanha a jornada do escravizado Ioiô e de sua companheira alforriada Iaiá. No percurso do sertão à Pirajá, os dois encontram os heróis e heroínas da Guerra da Independência na Bahia e recebem inspiradoras dádivas: Joana Angélica, Maria Quitéria e Maria Felipa. Ao final do trajeto, celebrando a vitória do povo sobre a tirania de Portugal, Iaiá dá à luz a seu rebento, abençoado por Nosso Senhor do Bonfim, que anuncia o nascimento do espírito baiano e a alma brasileira, que trazem em si a valentia, a resiliência, o axé e a fé.

Publicações relacionadas