Fabesp lança edital voltado a pesquisas de doenças em população negra | A TARDE
Atarde > Bahia > Salvador

Fabesp lança edital voltado a pesquisas de doenças em população negra

A pesquisa tem como objetivo saber quais doenças mais prevalentes em pessoas negras

Publicado sexta-feira, 01 de dezembro de 2023 às 12:18 h | Autor: Da Redação
Iniciativa ocorre a cada dois anos
Iniciativa ocorre a cada dois anos -

No mês do Novembro Negro, a saúde da população negra é um tema que não podia ficar de fora da programação. No último dia do mês, nesta quinta-feira, 30, a Fundação de Amparo à Pesquisa Científica, Tecnológica e Inovação em doenças e agravos prevalentes (Fapesb) neste público, com ênfase em doença falciforme. Além de reforçar o cuidado, as propostas também serão destinadas a avaliação dos impactos do racismo estrutural na saúde das pessoas.

A iniciativa ocorre a cada dois anos, e neste ano recebe um aporte de quase R$ 3 milhões, distribuídos entre três linhas de financiamento. Cada proposta submetida e aprovada nas linhas 1 (Doença Falciforme) e 2 (Doenças crônicas, outros agravos e impactos do racismo na saúde) poderá receber até R$ 150 mil para execução da pesquisa. A linha 3, é de apoio a pesquisas em andamento nas linhas 1 e 2. Nessa o valor máximo será de R$ 80 mil.

Só podem participar pesquisadores vinculados a institutos de pesquisa sediados na Bahia. Estima-se que 30% das propostas serão reservadas para pessoas negras, com prioridade para mulheres. O intuito é buscar a resolução de problemas que afetam a saúde dessa população e, ao mesmo tempo, estimular o interesse pela elaboração de políticas públicas que promovam a redução dos impactos do racismo na área.

A ação aconteceu na sede da Fapesb, em Salvador, com a presença do vice-governador Geraldo Júnior. Também estavam presentes a secretária estadual da Saúde, Roberta Santana, representantes do Ministério da Saúde, da Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz) e do movimento negro, além de familiares do homenageado e parlamentares.

Como parte das homenagens ao Dia da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro, essa terceira edição é dedicada a Walter Passos historiador, escritor e militante do movimento negro no país, que morreu m abiu deste ano e deixou um legado em prol da igualdade racial e do reconhecimento da história e de contribuições da população negra no Brail.

Publicações relacionadas