Fotógrafo teria sido morto por reclamar de pichação, afirmam vizinhos | A TARDE
Atarde > bahia > Salvador

Fotógrafo teria sido morto por reclamar de pichação, afirmam vizinhos

Trabalhador foi executado a tiros na frente da esposa e filha em Boa Vista de São Caetano

Publicado terça-feira, 02 de maio de 2023 às 11:51 h | Atualizado em 02/05/2023, 12:05 | Autor: Da Redação
Gilmar trabalhava como fotógrafo de aniversários e casamentos.
Gilmar trabalhava como fotógrafo de aniversários e casamentos. -

Gilmar Santana, fotógrafo que foi vítima de homicídio no bairro de Boa Vista de São Caetano, na madrugada de segunda-feira, 1º,  teria sido executado porque reclamou de uma pichação feita no muro da sua casa. Testemunhas e vizinhos da vítima apontam que traficantes teriam invadido a casa do trabalhador porque seria a segunda reclamação sobre a mesma situação, que incomodava Gilmar. 

Os suspeitos do crime invadiram a casa do fotógrafo, por volta das 2h, na Travessa Santa Rita e retiraram a vítima, que foi atingida por dezenas de tiros. O homicídio, segundo testemunhas, ocorreu na frente da esposa e da filha dele. Gilmar trabalhava como fotógrafo de aniversários e casamentos. 

Muro da casa de Gilmar Santana, vítima do crime
Muro da casa de Gilmar Santana, vítima do crime |  Foto: Reprodução | Redes Sociais
  

No dia do crime, policiais militares da 9ª Companhia Independente de Polícia Militar (CIPM) informaram que foram acionados, isolaram a área e acionaram o Departamento de Polícia Técnica para a remoção do corpo e realização da perícia. 

A Polícia Civil informou, em nota, que uma equipe do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), realizou os primeiros levantamentos sobre a morte de Gilmar. Após isso, foram expedidas as guias de perícia e remoção do corpo. 

Ainda conforme a Polícia Civil, a autoria e a motivação serão apuradas.

Publicações relacionadas