adblock ativo

Funcionários do metrô fazem manifestação no TCA

Publicado quinta-feira, 12 de julho de 2007 às 20:48 h | Atualizado em 12/07/2007, 20:48 | Autor: Davi Boaventura, da Agência Atarde, e Mariana Mendes, do Atarde Online
adblock ativo

Atualizada às 20h 

Um grupo de aproximadamente 400 funcionários da obra do metrô, em greve há uma semana, fez uma manifestação no Teatro Castro Alves na tarde desta quinta-feira, 12. O protesto aconteceu durante visita do presidente Luís Inácio Lula da Silva à capital baiana para apresentar o Programa de Aceleração e Crescimento nas áreas de saneamento e urbanização (PAC). 

Portando cartazes e faixas pedindo respeito ao trabalhador, os manifestantes ocuparam uma parte da galeria do local e algumas ruas nos arredores do teatro. Segundo informações da Superintendência de Engenharia de Tráfego (SET), a manifestação foi pacífica e não atrapalhou o trânsito na região. “O objetivo da manifestação não é causar nenhum tumulto, mas sim sensibilizar o presidente para o que está acontecendo com os trabalhadores”, afirmou o diretor do Sindicato da Construção Civil Pesada (Sintepav), Paulo Roberto. " O Sintepav também entregou cartas contendo as reinvidicações dos grevistas para a Secretaria Geral da República e para o ministro da Integração Nacional, Geddel Vieira Lima.

No final da tarde, representantes dos trabalhadores, do Sintepav e da Metrosal, empresa responsável pelas obras, se reuniram para discutir as reinvicações da categoria, mas não houve acordo. A Metrosal apresentou um dissídio coletivo no Tribunal Regional do Trabalho. Uma audiência conciliadora foi marcada para às 15h da próxima segunda-feira, 16. 

Uma nova reunião dos funcionários das obras do metrô está marcada para às 7h30min desta sexta-feira, 13, na Rótula do Abacaxi. Um outro encontro entre os trabalhadores e os representantes da empresa também está previsto para às 9h de amanhã.

adblock ativo

Publicações relacionadas