adblock ativo

Intervenção da CSN vence na próxima semana e Bruno avisa: 'Não temos mais dinheiro para bancar'

Publicado quinta-feira, 11 de março de 2021 às 13:01 h | Atualizado em 11/03/2021, 13:05 | Autor: Fernando Valverde
De acordo com prefeito, crise econômica causou ausência de investidores que queiram controlar a bacia
De acordo com prefeito, crise econômica causou ausência de investidores que queiram controlar a bacia -
adblock ativo

A intervenção da Concessionária Salvador Norte pela Prefeitura de Salvador, que havia sido prorrogada após ausência de medidas de capitalização para resolver as dificuldades financeiras da empresa, expira no próximo dia 17 de março.

Em entrevista para o A TARDE em fevereiro, o prefeito Bruno Reis afirmou que já havia investido R$92 milhões no sistema e que não haveriam mais recursos próprios para arcar com a intervenção, algo reiterado em coletiva de imprensa nesta quinta-feira, 11, diante da ausência de investidores que queiram controlar a bacia.

"Nenhum operador, não tem nenhuma empresa interessada, no Brasil, em assumir a bacia. O transporte público, em todo lugar do mundo, é feito pela iniciativa privada. Diante da crise econômica, ninguém quer investir", avaliou.

De acordo com o prefeito, a situação pode piorar ainda mais com a queda de usuários do transporte público, ocasionada pelas medidas restritivas necessárias para conter a alta da pandemia do coronavirus na cidade.

"Ontem recebemos a visita dos empresários de outras duas bacias e, segundo eles, se a Prefeitura não der mais apoio, não tem como pagar o salário dos rodoviários em abril", contou. Ainda segundo Bruno, a prefeitura irá definir qual será a estratégia adotada para mitigar o problema, como o escalonamento do retorno das atividades ecônomicas na cidade de forma a aumentar a demanda do transporte.

"Estamos concluindo com outros setores a validação do horário de funcionamento. Muita conversa com os segmentos, definindo horários. Havendo a possibilidade de reabertura, vamos retornar com os horários escalonados de funcionamento. Quais critérios e atividades, quando possível reabrir, vamos divulgar nos próximos dias. Se tivesse um decreto vencendo hoje, que não tenho, iria prorrogá-lo diante do quadro que estamos vendo", informou.

adblock ativo

Publicações relacionadas