adblock ativo

Ipac aprova projeto de reforma do Edifício Oceania

Publicado quinta-feira, 29 de outubro de 2015 às 14:42 h | Atualizado em 29/10/2015, 14:48 | Autor: Da Redação
Oceania
Oceania -
adblock ativo

O Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (Ipac) aprovou, nesta quinta-feira, 29, o projeto de reforma do Edifício Oceania, localizado em frente ao Farol da Barra. Construído na década de 1930, com materiais trazidos da Europa e com influências arquitetônicas do art déco, cubista e modernista, o Ipac disse que o condomínio residencial iniciou a reforma sem consultar o órgão. O prédio é tombado como Patrimônio Cultural da Bahia desde 2008.

Em nota, João Carlos de Oliveira, diretor geral do Ipac, disse que "é fundamental que os proprietários de imóveis tombados consultem o órgão que está responsável por essa fiscalização". O diretor informou ainda que as edificações tombadas através do Instituto em toda a Bahia, precisam apresentar o projeto de reforma na sede do órgão, localizado na Rua Saldanha da Gama, nº 25, Praça da Sé, no Centro Histórico de Salvador. Informações também podem ser fornecidas através da Gerência de Patrimônio Material (Gemat) pelo telefone (71) 3116-6742 ou pelo [email protected]

De acordo com o Ipac, donos dos imóveis tombados pelo Estado que querem fazer modificações, construções, restaurações ou reforma que alterem a estrutura ou tipologia precisam submeter o projeto para a aprovação. O Instituto informa ainda que, após acesso aos projetos, o Ipac faz a análise e pode solicitar correções ou não.

No caso do Edifício Oceania, o Instituto informou que detectou pedidos de alterações em vidros escuros das janelas, em oxidação de grades de ferro com padrões artísticos, na colocação de antenas, fechamento de varandas e substituição de janelas.

Segundo o Ipac, o Oceania é a maior expressão baiana do uso residencial da época. Tem 12 andares, oito pavimentos, cinco elevadores e 48 apartamentos com dois, três e quatro quartos, todos com vista para o mar. A escada em espiral, que liga dois pisos no antigo cassino, tem traços da primeira geração do modernismo.

A obra de construção do Oceania foi iniciada em 1932 e demorou 10 anos para ficar pronta.

adblock ativo

Publicações relacionadas