adblock ativo

João Henrique corre e passa mal

Publicado sexta-feira, 13 de janeiro de 2006 às 00:00 h | Atualizado em 13/01/2006, 00:00 | Autor: JORNAL A TARDE
adblock ativo

GILSON JORGE



Dizem que quem tem fé vai a pé. Pois o prefeito João Henrique, que é evangélico, resolveu inovar no percurso até a Colina Sagrada. Correu. Por três vezes. Mais tarde, passou mal por desidratação e cãibra, e teve de ser atendido por um médico no Hospital Santo Antônio, das Obras Sociais de Irmã Dulce (Osid). Depois de 20 minutos, voltou para concluir o percurso.



De camisa social branca, calça jeans e tênis, o prefeito estava disposto a falar com todos que o cumprimentassem. Parou para tirar fotos com crianças, abraçar vendedores ambulantes, beijar baianas e acenar efusivamente para o público nas calçadas e nas janelas.



Seu pai, o ex-governador João Durval – que foi lançado como candidato do PDT ao governo do Estado –, abandonou o cortejo no final da Avenida Miguel Calmon, no Comércio, sem falar em sucessão estadual. “A Lavagem do Senhor do Bonfim é uma festa religiosa. Não é o lugar para falar em política”, disse o ex-governador.

 

SURPRESA – Assim que seus pais deixaram o cortejo, o prefeito surpreendeu quem o acompanhava, iniciando uma curta corrida do final da Avenida Miguel Calmon até a frente da sede da Associação Comercial da Bahia (ACB), na Praça Riachuelo. A partir daí, a presença de João Henrique na festa transformou-se em uma espécie de maratona, típica de um popstar.



Indagado sobre a Festa do Senhor do Bonfim, o prefeito, que é evangélico, destacou a participação popular e a importância do evento para a cidade. “Boa parte dos turistas na cidade está aqui.”, corrigiu-se João Henrique um pouco antes de passar por baixo do Viaduto Américo Simas, já com marcas de batom no colarinho.



Quando não era abraçado, o próprio prefeito corria para abraçar pessoas que o saudavam do outro lado da rua – para desespero da equipe de seguranças. Um pouco depois de passar pelo Mercado Municipal de Peixes e Frutos do Mar, o prefeito reclamou pela primeira vez de cãibra.



Mesmo assim, continuou desviando do caminho para falar com as pessoas, apesar do aparente cansaço. João Henrique reclamou mais duas vezes antes de ser atendido no Hospital Santo Antônio. O médico recomendou o uso de água e bebidas isotônicas e liberou o prefeito para completar a caminhada.

adblock ativo

Publicações relacionadas