Menu
Pesquisa
Pesquisa
Busca interna do iBahia
HOME > bahia > SALVADOR
Ouvir Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Facebook Compartilhar no X Compartilhar no Email
25/05/2023 às 17:20 - há XX semanas | Autor: Da Redação

Moradores de condomínio reclamam de padaria que funciona em residência

Caso acontece em um apartamento no bairro de Vila Laura

Moradores afirmam que as regras do condomínio não permitem esse tipo de comércio
Moradores afirmam que as regras do condomínio não permitem esse tipo de comércio -

Moradores de um condomínio do bairro de Vila Laura, região de Brotas, em Salvador, estão incomodados com uma padaria que está funcionando dentro de um dos apartamentos do edifício. Vizinhos reclamam da movimentação na residência e no corredor e da ocupação constante do elevador.

A Prefeitura informou que já notificou o dono do imóvel, mas o serviço não foi interrompido. Vídeos feitos por moradores mostram a intensa movimentação nos corredores e as prateleiras com produtos em cima de uma na sala do apartamento, além de produtos congelados.

A situação acontece na torre quatro do 14° desde o início da pandemia de Covid-19. Os vizinhos afirmam que o comércio improvisado tem impactado no dia a dia dos moradores.

Em casos como esse, pode haver aplicação de multa e vedação da entrada de determinado número de pessoas ou restrição de entradas de materiais para fins de usos comerciais.

Moradores afirmam que as regras do condomínio não permitem esse tipo de comércio dentro do apartamento residencial e já teria sido apresentada uma alternativa, mas os donos do comércio improvisado não aceitaram.

Constitucionalmente, para atividades como a de uma padaria têm certos alvarás e licenças específicas, como autorização do poder público, para que haja a fiscalização do acondicionamento dos materiais para não trazer prejuízo para a população que consome os produtos. Assim como, devem ser respeitadas as regras dispostas na convenção e regimento interno do condomínio, para a boa convivência.

A Vigilância Sanitária informou que realizou duas inspeções dentro do apartamento e notificou os responsáveis para que regularizem a situação do apartamento.

Apesar dos donos do apartamento, terem apresentado os documentos que foram exigidos, a vigilância Sanitária constatou que a Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) de Salvador, já tinha proibido o funcionamento do comércio no local a dois meses.

A Sedur informou que vai notificar o condomínio para que avise os moradores que qualquer atividade comercial deve ser licenciada pelo órgão.

Assuntos relacionados

Condomínio padaria vila laura

Compartilhe essa notícia com seus amigos

Compartilhar no Email Compartilhar no X Compartilhar no Facebook Compartilhar no Whatsapp

Tags:

Condomínio padaria vila laura

Repórter cidadão

Contribua para o portal com vídeos, áudios e textos sobre o que está acontecendo em seu bairro

ACESSAR

Assuntos relacionados

Condomínio padaria vila laura

Publicações Relacionadas

A tarde play
Moradores afirmam que as regras do condomínio não permitem esse tipo de comércio
Play

Carro pega fogo e provoca engarrafamento na Paralela; veja vídeo

Moradores afirmam que as regras do condomínio não permitem esse tipo de comércio
Play

VÍDEO: San Martin é palco de guerra de espadas durante a madrugada

Moradores afirmam que as regras do condomínio não permitem esse tipo de comércio
Play

Igrejas neopentecostais modernizam cultos na busca por jovens

Moradores afirmam que as regras do condomínio não permitem esse tipo de comércio
Play

Vídeo: Homem agredido em bar na Pituba fala pela 1ª vez; veja relato

x

Assine nossa newsletter e receba conteúdos especiais sobre a Bahia

Selecione abaixo temas de sua preferência e receba notificações personalizadas

BAHIA BBB 2024 CULTURA ECONOMIA ENTRETENIMENTO ESPORTES MUNICÍPIOS MÚSICA POLÍTICA