Pipoco deste ano termina com mais casos de furto que edição de 2019

Publicado quarta-feira, 19 de fevereiro de 2020 às 17:24 h | Atualizado em 19/02/2020, 18:20 | Autor: Da Redação

O Pipoco, festa comandada pelo cantor Léo Santana, na noite da última terça-feira, 18, no circuito Tapajós (Ondina/Barra), terminou com 25 casos a mais de furto simples em relação a festa do ano passado, o que significa um acréscimo de 75% em relação a 2019. Houve ainda o registro de seis casos de roubo. As informações são da Secretaria de Segurança Pública (SSP).

De acordo com a SSP, cinco pessoas estiveram em delegacias comunicando a perda de documentos, e um homem foi preso em flagrante por roubo e apresentado pela Polícia Militar.

O órgão ressaltou que a festa terminou sem nenhum crime grave contra a vida. Além de Crimes Violentos Letais Intencionais (homicídio, latrocínio e lesão corporal seguida de morte), também não foram registradas tentativas de homicídios e rixas.

Publicações relacionadas