Polícia Civil prorroga por 30 dias investigação de morte de ciclista

Caso aconteceu no dia 1º de junho e suspeito foi preso no dia seguinte

Publicado quinta-feira, 07 de julho de 2022 às 17:26 h | Atualizado em 07/07/2022, 17:49 | Autor: Da Redação
Rodrigo Castro conversava com a namorada no telefone celular quando foi abordado pelo suspeito
Rodrigo Castro conversava com a namorada no telefone celular quando foi abordado pelo suspeito -

O inquérito que investiga a morte por latrocínio do ciclista Rodrigo Castro foi prorrogado por mais 30 dias, de acordo com decisão da Polícia Civil. Rodrigo Castro foi morto no Dique do Tororó, enquanto pedalava. Familiares e amigos realizaram, nesta semana, um ato em memória do jovem de 24 anos.

A morte de Rodrigo aconteceu no dia 1º de junho. Um dia depois do ocorrido, o suspeito no dia seguinte enquanto, de acordo com a polícia, vendia drogas no Dique do Tororó. A prisão foi convertida em preventiva.

O crime é investigado seguindo a tese de latrocínio, que é o roubo seguido de morte. A bicicleta de Rodrigo foi levada durante o crime. A vítima conversava com a namorada no telefone celular quando foi abordado pelo suspeito.

A bicicleta de Rodrigo foi recuperada pela Polícia Civil no dia 10 de junho. Os responsáveis pela investigação não detalharam como o meio de transporte usado por Rodrigo foi restado. Na ocasião, o órgão destacou que, pelo bem do inquérito, mais informações sobre o caso não estão sendo divulgadas.

Publicações relacionadas