adblock ativo

Programa integra tradição e tecnologia para formar leitores

Publicado às | Atualizado em 14/10/2021, 23:22 | Autor: Miriam Hermes
O programa A TARDE Educação foi lançado em abril de 1996 | Foto: Arquivo A TARDE | 27.10.2015
O programa A TARDE Educação foi lançado em abril de 1996 | Foto: Arquivo A TARDE | 27.10.2015 -
adblock ativo

Em abril de 1996 o Grupo A TARDE lançava o programa A TARDE Educação com a meta de formar novos leitores por meio do incentivo à leitura crítica, à interpretação e à produção de textos por parte de estudantes baianos. Inicialmente capitaneado pelo hoje presidente de honra do Grupo A TARDE, Renato Simões, contou com uma equipe liderada pelo professor, escritor e ex-diretor geral de A TARDE, Edivaldo Boaventura, já falecido.

Com mais de duas décadas o programa está consolidado, cumprindo seu objetivo de oferecer meios de aprofundar a percepção de mundo de crianças e jovens em diferentes regiões do estado.

Hoje o A TARDE Educação se utiliza de todos os recursos modernos de tecnologia, mas, naqueles idos da década de 1990, o tradicional impresso era a principal ferramenta utilizada em sala de aula para fomentar a interação entre os alunos e a realidade contemporânea.

Através de cursos e oficinas presenciais, não só professores, como também diretores e coordenadores escolares conheceram técnicas para estimular o interesse pela leitura do jornal, reconhecendo os diferentes espaços editoriais e as variações de linguagem. Esta diversidade de assuntos e formas de comunicação motivou estudantes de variadas faixas etárias a identificarem determinados temas como de seu maior interesse, despertando o desejo de conhecer mais através da pesquisa pela leitura, ampliando os horizontes além do jornal centenário.

Neste contexto, o programa de Responsabilidade Social do Grupo A TARDE realizou, dentre outras iniciativas executadas ao longo destes anos, o Concurso Cultural Jovem Jornalista, com as categorias Tirinhas, Reportagem, Videoreportagem e Artigo de Opinião, mobilizando grande número de estudantes.

Reconhecimento

O Prêmio Internacional da Associação Mundial de Jornais e Editores de Notícias, com representação em 120 Países, laureou o programa com premiação especial no World Young Reader Prize 2012. O concurso é focado em iniciativas que miram a formação de leitores no mundo.

Em 2008, o programa recebeu o Prêmio Viva Leitura, maior evento voltado para projetos de fomento à leitura no País. Organizado pelos Ministérios da Educação e da Cultura, contou com a parceria da Organização dos Estados Ibero-americanos para Educação, Ciência e Cultura (OEI).

adblock ativo

Publicações relacionadas