Salvador imuniza cães com a vacina V10 nesta sexta

Nesse primeiro momento, serão beneficiados os animais que estão acolhidos em ONGs

Publicado quinta-feira, 24 de março de 2022 às 17:16 h | Atualizado em 24/03/2022, 17:16 | Autor: Da Redação
A vacina V10 é considerada uma das mais importantes para a saúde animal
A vacina V10 é considerada uma das mais importantes para a saúde animal -

Além de ofertar a vacina da raiva, a Prefeitura de Salvador vai passar a imunizar gratuitamente os cães da cidade com a vacina V10. Segundo o órgão, nesse primeiro momento, serão beneficiados os animais que estão acolhidos em Organizações Não Governamentais (ONGs) voltadas ao cuidado dos pets na capital baiana. A ação começa nesta sexta-feira, 25, às 9h, na Instituição Doce Lar, localizada no bairro de Cassange (na estrada CIA/Aeroporto).

A vacina V10 é considerada uma das mais importantes para a saúde animal, pois previne inúmeras doenças como a cinomose, parvovirose, coronavirose, adenovirose, parainfluenza, hepatite infecciosa canina, além de quatro tipos de leptospirose, totalizando 10 tipos de antígeno. A imunização em massa visa assegurar maior proteção aos cachorros que vivem no município.

Além das ONGs, a estratégia também contemplará cães de tutores de baixa renda inscritos no Cadastro Único (CadÚnico) que residem na capital, mediante cadastro que será realizado pela Diretoria de Proteção da Saúde e Promoção do Bem-estar Animal (Dipa).

De acordo com a prefeitura, em Salvador, as clínicas veterinárias cobram, em média, entre R$60 e R$90 por dose da vacina V10. Como o esquema vacinal completo conferido pelo imunizante prevê a aplicação de três doses, os valores triplicam, chegando até R$270. A disponibilidade das doses para entidades sem fins lucrativos que atuam no cuidado animal e pessoas de baixa renda significa a garantia do acesso à proteção e prevenção assegurada pelo imuno.

De acordo com a diretora da Dipa, Tainara Ferreira, os imunizantes considerados essenciais são aqueles que previnem contra doenças que podem levar à morte ou zoonoses, ou seja, que podem ser transmitidas dos cães aos humanos.

“A vacina não oferece efeitos colaterais aos cães. Alguns só apresentam reações leves, como febre baixa, enjoo, apatia e sonolência no mesmo dia da aplicação. Trata-se também de um investimento de interesse da saúde pública em geral, uma vez que as zoonoses contempladas pela vacina V10 também previnem doenças que podem ser transmitidas para as pessoas”, ressalta.

Publicações relacionadas