Salvador registra novembro mais chuvoso dos últimos 10 anos

Publicado domingo, 28 de novembro de 2021 às 12:30 h | Atualizado em 28/11/2021, 12:34 | Autor: Da Redação

Em 28 dias do mês de novembro, os acumulados de chuvas em Salvador já ultrapassaram em quase 300% a média histórica (Normal Climatológica) para o período. Este tem sido o novembro mais chuvoso dos últimos 10 anos, sendo superado apenas em 2011, quando choveu 319,2mm, conforme o Centro de Monitoramento e Alerta da Defesa Civil de Salvador (Cemadec).

Segundo informações da Defesa Civil de Salvador, neste domingo, 28, a Estação Pluviométrica do Inmet, instalada em Ondina, por exemplo, registrou 303,8 mm, cerca de três vezes maior do que o esperado, de 106,5 mm. Outras regiões tiveram o mesmo resultado. São elas: Engenho Velho de Brotas (348mm), Pituba-Parque da Cidade (330,8mm) e em Brotas (330,6mm).

A Codesal explica que as Normais Climatológicas são médias de parâmetros meteorológicos computadas em um período de 30 anos consecutivos, obedecendo a critérios recomendados pela Organização Mundial de Meteorologia (OMM). No caso de Salvador, este padrão é determinado por medições realizadas nos últimos 30 anos pelo pluviômetro de Ondina, então o único existente na cidade.

O órgão diz que a atuação de uma frente fria somada à convergência de umidade em baixos níveis favorecem a ocorrência de chuvas significativas, seguidas de relâmpagos e trovoadas como as registradas na madrugada deste domingo. A previsão para hoje é de chuvas que tendem a ocorrer com intensidade fraca a moderada. Não se descarta a possibilidade de eventos significativos. Há risco para alagamentos e deslizamentos de terra.

"A Defesa Civil de Salvador mantém plantão ininterrupto de 24 horas com equipes de prontidão para os atendimentos emergenciais que se façam necessários, monitorando as condições do clima e emitindo alertas, voltados principalmente às comunidades que vivem em áreas de risco", informou, em nota, o diretor geral da Codesal, Sosthenes Macêdo.

Previsão do tempo

Na segunda-feira, 29, é esperado céu nublado a parcialmente nublado com chuvas fracas a moderada, com risco para alagamentos e deslizamento de terra.

A tendência para terça-feira, 30, é de que o tempo se mantenha nublado a parcialmente nublado com chuvas de intensidade variando entre fraca a moderada, com risco para deslizamentos de terra devido aos acumulados dos últimos dias.

Os maiores acumulados de chuvas em 12h (dados atualizados às 11h) foram registrados em Ondina (44,6mm), Federação (36,4mm), Chapada do Rio Vermelho (34,8mm), e Engenho Velho de Brotas (34,8mm).

A alta probabilidade de continuidade de condições do La Niña (92%) poderá gerar condições para precipitação no Leste do Nordeste, inclusive Salvador.

La Niña é um fenômeno oceânico-atmosférico caracterizado pelo resfriamento anormal das águas do Oceano Pacífico Equatorial, sendo um evento com particularidades opostas ao El Niño.

Para evitar acidentes com raios, a Codesal orienta evitar saídas para rua ou não ficar na rua durante a tempestade, a não ser que seja absolutamente necessário.

Publicações relacionadas