Suspeitos de assassinar soldado trocam tiros com PMs no Cabula; um morreu e outro foi preso

Publicado quinta-feira, 09 de setembro de 2021 às 14:32 h | Atualizado em 09/09/2021, 14:44 | Autor: Da Redação

Um homem morreu e outro foi preso após trocarem tiros com policiais militares no bairro do Cabula nesta quinta-feira, 09. A dupla é suspeita de assassinar o soldado do Exército Fernando Guardião, 20 anos, em março de 2020.

Equipes da PM chegaram ao bairro após receberem informações sobre um homem que fazia uso de tornozeleira eletrônica e um parceiro traficando na localidade da Timbalada.

Segundo a Polícia Militar, os agentes foram recebidos a tiros e revidaram. Um deles foi atingido e encaminhado ao Hospital Roberto Santos, mas não resistiu.

Já o segundo, apontado como gerente do tráfico no 'Inferninho', na Boca do Rio, que fazia uso da tornozeleira eletrônica, foi capturado e encaminhado ao Draco.

Foram apreendidas uma pistola calibre 9mm fabricada na Turquia, carregadores para o armamento, munições, uma porção de maconha, 139 trouxas da mesma droga, 31 pinos de cocaína e três aparelhos celulares.

Fernando estava com outro soldado quando um grupo de homens armados os abordaram e levaram a dupla a uma lagoa. Eles dispararam contra os soldados e atingiram Fernando. O outro, que não teve o nome divulgado, conseguiu fugir e acionou a polícia.

Na mesma semana um suspeito de participar do crime foi detido e afirmou que o grupo confundiu a dupla com membros de uma facção rival.

Publicações relacionadas