Vídeo: mãe de crianças autistas é agredida por passageira em ônibus | A TARDE
Atarde > Bahia > Salvador

Vídeo: mãe de crianças autistas é agredida por passageira em ônibus

Violência aconteceu no Dia Mundial de Conscientização do Autismo

Publicado terça-feira, 02 de abril de 2024 às 12:31 h | Atualizado em 02/04/2024, 12:33 | Autor: Da Redação
Registro foi feito por um passageiro do ônibus
Registro foi feito por um passageiro do ônibus -

No Dia Mundial de Conscientização do Autismo a mãe de duas crianças com transtorno do espectro autista acusa uma mulher de agressão dentro de um ônibus em Salvador. As imagens que o Portal A Tarde teve acesso mostram a mãe das crianças sendo empurrada por uma passageira que estava sentado na cadeira amarela, que é prioritária no transporte público.

A confusão foi registrada na manhã desta terça-feira, 02, e, além do empurrão, o vídeo mostra a mulher levando um soco no rosto. As agressões aconteceram na frente dos dois filhos de Ana Cláudia. A família estava seguindo para o Parque da Cidade, local onde acontece um encontro que celebra o Dia Conscientização do Autismo.

"Infelizmente eu não pensava em passar por isso no dia de hoje. Os meus filhos estão muito traumatizados e eu estou tentando acalmar após o ocorrido", disse Ana Cláudia bastante emocionada.

Os passageiros do ônibus deram apoio para a família que conseguiu sentar em uma outra cadeira. O vídeo foi compartilhado na página da Aliança Núcleo de Mães de Autistas. A instituição fez um desabafo sobre a violência sofrida pela família.

"A Lei 12.764 de 27/12/2012 determinou que a pessoa com Transtorno do Espectro Autista (TEA) é considerada pessoa com deficiência para todos os efeitos legais.

Vamos começar deixando bem claro que a Lei é federal, portanto, vale em qualquer lugar do Brasil. Consequentemente, isso muda muito como as pessoas com TEA são tratadas.

Inclusive, poucos sabem, mas discriminar uma pessoa com autismo é crime. O autista tem direito a uma série de coisas que vão desde o transporte até a escola. Até quando a sociedade vai agredir mães e pais de autistas por requerer seu direito básico ??? Até quando??"

"No dia de mundial de conscientização sobre autismo essa mãe além do direito do seu filho ser lhe tirado, a mesma deve seu rosto agredido. Chega de impunidade. Capacitista é crime. Toda nossa solidariedade a essa mãe", escreveu uma seguidora.

"Não vamos parar até que a agressora pague pelo dando causado. Vale salientar que autista é prioritário. O que é ser prioritário? A prioridade está relacionada a algo importante que ocorre em primeiro lugar em relação aos demais, seja em questão de tempo ou de ordem", escreveu outra internauta. 

A mulher suspeita de cometer as agressões não foi localizada. 


Publicações relacionadas