Campanha sobre setembro amarelo da Uneb alerta para a "vida atrás do @"

Publicado quarta-feira, 01 de setembro de 2021 às 17:23 h | Atualizado em 01/09/2021, 17:26 | Autor: Da Redação

O mês de setembro é, simbolicamente, banhado de tinta amarela para chamar a atenção da sociedade em todo o mundo sobre um tema delicado e sensível: a prevenção ao suicídio.

Dados extraídos do Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2021 mostram que, no Brasil, o número de suicídios teve alta de 0,4% em relação a 2019.

No país, desde 2003, o dia 10 é considerado o Dia Mundial de Prevenção ao Suicídio. A iniciativa foi impulsionada pelo Centro de Valorização da Vida (CVV), da Associação Brasileira de Psiquiatria e do Conselho Federal de Medicina.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, 9 em cada 10 casos poderiam ser evitados se o suicida tivesse buscado ajuda e se as pessoas à sua volta identificassem os sinais de que algo errado estava acontecendo.

Em 2021, a Universidade do Estado da Bahia lançou uma campanha focada no acolhimento virtual. Em série de cards, a Uneb alerta que, atrás de cada publicação que aparece nas redes sociais, há uma história, uma vida e um coração. A publicação chama a atenção para as violências no ambiente virtual.

"Em tempos de virtualização, ainda somos pessoas! Que nossas atitudes diárias, na internet e fora dela, aqueçam corações ao nosso redor", alerta a universidade.

O Centro de Valorização da Vida atua prestando auxílio para pessoas que precisam de ajuda. Através do número 188, a associação oferece apoio emocional e preventivo. A ligação é gratuita.


Publicações relacionadas