Casal e filha de 16 anos feitos reféns por 'serial killer' baiano são resgatados; suspeito segue foragido

Publicado terça-feira, 15 de junho de 2021 às 20:06 h | Atualizado em 15/06/2021, 20:11 | Autor: Da Redação

Um casal e a filha de 16 anos que eram feitos reféns por Lázaro Barbosa Sousa, suspeito de ter assassinado uma família em uma chácara em Ceilândia, no Distrito Federal, foram resgatados com vida na tarde desta terça-feira, 15. Durante as buscas pelo homem, que permanece foragido, dois policiais foram baleados de raspão e conduzidos para hospitais goianos com ferimentos leves.

O suspeito segue em fuga de uma força-tarefa de mais de 200 policiais há seis dias pela região goiana. Segundo informações da Polícia Civil do Distrito Federal, Lázaro levou a família para uma mata na região de Cocalzinho de Goiás, onde houve troca de tiros com as equipes policiais, que conseguiram resgatar as vítimas sem ferimentos. 

O primeiro policial foi ferido pela manhã, no povoado de Edilândia, em Cocalzinho de Goiás, nas proximidades do DF. O segundo agente foi baleado por volta das 15h, na mesma região e precisou ser encaminhado de helicóptero para um hospital em Anápolis, a 55 km de Goiânia.

A Secretaria de Segurança Pública de Goiás comunicou em nota que houve um confronto quando o policial militar acabou sendo baleado, no entanto não informou se este confronto aconteceu durante o resgate da família feita refém.

A operação para prender o suspeito é coordenada pela Polícia Civil do Distrito Federal e conta com equipes da Polícia Militar e da Polícia Federal. 

Lázaro Barbosa nasceu em Barra do Mendes, no interior da Bahia. A Justiça da Bahia já expediu contra ele um mandado de prisão por homicídio qualificado, além de outros dois por roubo qualificado.

Publicações relacionadas