Diálogo entre instituições tem sido bom na Bahia, diz procurador-geral | A TARDE
Atarde > Bahia

Diálogo entre instituições tem sido bom na Bahia, diz procurador-geral

Em entrevista, Paulo Moreno Carvalho falou sobre importância de tornar ambiente propício para discussões

Publicado terça-feira, 29 de novembro de 2022 às 08:19 h | Autor: Da Redação
“Aqui na Bahia temos tido esse diálogo. Mas as instituições precisam dialogar ainda mais”, disse Paulo Moreno Carvalho
“Aqui na Bahia temos tido esse diálogo. Mas as instituições precisam dialogar ainda mais”, disse Paulo Moreno Carvalho -

Entrevistado do programa Isso É Bahia, da rádio A TARDE FM (103.9), o procurador-geral do Estado da Bahia, Paulo Moreno Carvalho, falou sobre sua função e de como ela deve dialogar com as outras instituições.

“Somos nós que garantimos a juridicidade das políticas públicas, que é maior do que a legalidade. A compreensão do que precisa ser feito, os meios para fazer”, conta Paulo Moreno Carvalho, na manhã desta terça-feira, 29.

O procurador-geral do Estado explicou algumas diferenças e características de outras instituições e de que maneira elas interferem na vida do cidadão. “A Procuradoria é um órgão de Estado, o que não significa que ela age em uma perspectiva de Governo. O Ministério Público [MP], por sua vez, ajuda a apontar eventuais falhas e questionamentos, o que pode gerar tensionamento entre as lógicas do governo estadual e dos municipais com a lógica do MP”, explica.

No entanto, para Paulo Moreno Carvalho, o diálogo entre instituições de diferentes atribuições tem sido bom no estado, embora possa melhorar. “Precisamos avançar em um diálogo mais maduro. Com relação a, por exemplo, embargos que a Justiça determina. Que isso não alcance uma situação em que ele pode ser mais danoso para o erário”, justifica. 

“Aqui na Bahia temos tido esse diálogo. Mas as instituições precisam dialogar ainda mais”, concluiu.

Publicações relacionadas