É preciso que crie um plano emergencial, afirma prefeito de Vera Cruz

Publicado sexta-feira, 18 de outubro de 2019 às 11:59 h | Atualizado em 18/10/2019, 12:08 | Autor: Da Redação | Foto: Divulgação

As praias do Jaburu, Barra Grande, Barra do Pote e Tairu, na cidade de Vera Cruz na Baía de Todos-os-Santos, foram atingidas nesta quinta-feira, 17, pelas manchas de óleo, que tem sido encontradas nas praias do Nordeste. O prefeito do município, Marcus Vinicius Marques Gil (PMDB), afirmou nesta sexta-feira, 18, que o material encontrado é mais denso que óleo e cobrou ações efetivas do governo federal.

"Registraram, hoje, este material, que não é só o óleo. É um material mais denso, como um xisto, e chegou em grande volume. A prefeitura já tinha feito um treinamento, uma capacitação da equipe. Retiramos por completo e da forma correta esse material, que foi da praia do Jaburu".

Inconformado com a situação encontrada, o gestor não poupou críticas ao governo federal. Ele ressalta que as manchas deveriam ser contidas ainda no mar, evitando que as praias e a população fossem afetadas pelo material.

"Nos assusta, porque o governo federal tem uma empresa que é grande especialista, tanto na extração como deve ter equipamentos na prevenção de acidentes, que é a Petrobras. Por que o governo federal ainda não está usando no Nordeste esta própria estrutura? Este Petróleo tem que ser recolhido ou tem que ser contigo do mar, porque quando chegam até a praia, muitos ficam retidos areia e nas pedras", explica Vinícius.

Ele ainda aponta os problemas causados para população: "Temos comunidades que sobrevivem da pesca, essencialmente, pescadores e marisqueiras. É preciso que crie um plano emergencial de compensação dessas pessoas, que não vão ter sustento e ninguém sabe quando vai durar. As próprias pessoas estão com medo de comprar peixes e mariscos na região", finaliza.

Publicações relacionadas