Governo do Estado sinaliza reajuste de 4% para servidores | A TARDE
Atarde > Bahia

Governo do Estado sinaliza reajuste de 4% para servidores

Recomposição será dividida em duas parcelas, que deverão ser pagas em maio e setembro

Publicado quinta-feira, 18 de abril de 2024 às 18:14 h | Autor: Da Redação
Sevidores estiveram reunidos com o secretário de Relações Institucionais, Jonival Lucas
Sevidores estiveram reunidos com o secretário de Relações Institucionais, Jonival Lucas -

O Governo do Estado se comprometeu a conceder reajuste linear de 4% aos servidores públicos estaduais. O pagamento será dividido em duas parcelas de 2%, a serem pagas entre os meses de maio e setembro.

O anúncio foi feito após reunião entre a Federação dos Trabalhadores Públicos do Estado da Bahia (Fetrab), o secretário Jonival Lucas, da Secretaria de Relações Institucionais (Serin), e o Superintendente de Recursos Humanos da Secretaria da Administração (Saeb), Adriano Tambone.

Além do reajuste linear também foi firmado o compromisso de reajustar em 6,97% os salários de mais de 30 mil servidores que recebem abaixo do salário mínimo. Também ficou acordado que um canal de diálogo será aberto para discutir a elaboração de uma proposta de recomposição das perdas salariais, correspondentes aos anos de 2025, 2026, e 2027.

Na oportunidade, a Serin apresentou uma proposta de reajuste no valor do ticket-alimentação, que passará a ser de R$ 13,00 para servidores com carga horária de 30 horas e R$ 20,00 para carga horária de 40 horas.

O diretor de comunicação da Fetrab, Reonei Menezes, destaca que, na reunião, a Serin assegurou que o Governo do Estado firmou uma parceria com o Hospital Evangélico de Salvador para o Planserv realizar atendimento exclusivo dos servidores públicos que são associados à assistência de Saúde.

"A reunião, de uma forma geral, foi bastante produtiva e demonstrou que a gestão estadual está disposta a dialogar e a negociar com o funcionalismo público baiano", pontuou Reonei Menezes.

O diretor da Fetrab e da CTB, Reginaldo Alves, salienta que "é importante a garantia do Planserv, de um projeto de moradia para o servidor público. É necessário mais concursos públicos e reestruturação das carreiras para garantir um importante plano de formação continuada". 

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS