Governo rebate informação do Jornal Nacional sobre VLT na Bahia | A TARDE
Atarde > Bahia

Governo rebate informação do Jornal Nacional sobre VLT na Bahia

Apesar da retratação, matéria exibida não explica desperdício de recursos públicos afirmado durante a chamada

Publicado domingo, 31 de março de 2024 às 07:38 h | Atualizado em 31/03/2024, 09:56 | Autor: Da Redação
Suposto desperdício de dinheiro público foi um erro de informação porque todo o valor investido até aqui será reaproveitado no novo projeto proposto pelo estado
Suposto desperdício de dinheiro público foi um erro de informação porque todo o valor investido até aqui será reaproveitado no novo projeto proposto pelo estado -

O Jornal Nacional, da Rede Globo, que foi ao ar neste sábado, 30, trouxe informação falsa sobre o VLT de Salvador e Região Metropolitana de Salvador.

Foi veiculada a informação de que a obra “se arrasta há onze anos”, além de apontar suposto desperdício de dinheiro público.

As informações são falsas porque o contrato com o consórcio de empresas chinesas, iniciado em 2019, foi distratado em outubro de 2023, respeitando questões legais, e em apenas dois meses o Governo da Bahia lançou uma nova licitação, com um projeto mais amplo de modernização da mobilidade urbana para Salvador e Região Metropolitana.

O suposto desperdício de dinheiro público, por sua vez, foi um erro de informação porque todo o valor investido até aqui foi empregado em anteprojetos e canteiro, que serão reaproveitados no novo projeto proposto pelo estado.

A liminar que suspendeu a licitação foi anulada na última quarta-feira, 27. A reportagem do Jornal Nacional foi comunicada e atualizada dos fatos.

Após veicular a informação falsa de que o projeto “se arrasta há 11 anos”, o Jornal Nacional se retratou e corrigiu a informação, afirmando que são três anos desde que o projeto foi iniciado. No entanto, na matéria exibida, não se explica ou se justifica o desperdício de recursos públicos afirmado durante a chamada.

Publicações relacionadas