adblock ativo

Mulheres do MST fazem mobilização em Paulo Afonso

Publicado terça-feira, 20 de março de 2018 às 23:00 h | Atualizado em 20/03/2018, 23:00 | Autor: Miriam Hermes
adblock ativo

Mulheres de sete estados da região Nordeste participaram nesta terça-feira, 20, de um ato público com ocupação da sede da Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf) em Paulo Afonso (a 469 km de Salvador), em mobilização contrária à política do governo federal de privatização de empresas públicas, com foco na Eletrobras.

De acordo com divulgação do Movimento dos Trabalhadores Sem-Terra (MST), mais de duas mil mulheres estariam participando do protesto na sede da estatal, que atua na geração e transmissão de energia, produzida com as águas do rio São Francisco.

Outros atos

A manifestação fez parte da Jornada de Lutas do MST, que ontem ocupou também a fábrica da empresa Nestlé em São Lourenço (MG) e a portaria da Usina Hidrelétrica de Xingó, no estado de Sergipe.

De acordo com a diretora nacional do MST, Lucineia Durães, “um povo que não controla seus recursos naturais não tem condição de ser soberano”.

A TARDE tentou contato com a Chesf, porém, não obteve retorno até a publicação desta reportagem.

adblock ativo

Publicações relacionadas