Rui Costa anuncia linha de créditos para microempreendedores e adiamento do recolhimento do ICMS

Publicado quarta-feira, 17 de março de 2021 às 14:14 h | Atualizado em 17/03/2021, 14:29 | Autor: Da Redação

Durante o Papo Correria, encontro virtual em que o governador da Bahia Rui Costa responde a perguntas da população em uma transmissão online, o governador anunciou nesta quarta-feira, 17, uma linha de créditos para microempreendedores e o adiamento do recolhimento do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

As medidas foram explicadas pelo secretário da Fazenda de Bahia, Manoel Vitório.

"Nós estamos reforçando a ação da DesenBahia com a linha de crédito de R$ 100 milhões para esse microcrédito da área de produção, comércio, prestação de serviço, podem tomar recursos entre R$ 521 mil, o ticket médio de quem normalmente opera nessa linha, quem toma um recurso de R$ 4 mil baseado nesse ticket médio", disse o secretário.

"Esse ticket médio, nós estimamos uns 25 mil beneficiários. É para ajudar aquele microempreendedor que está com dificuldade nesse momento", contou Manoel Vitorino.

Já com o adiamento do ICMS, serão contemplados os empresários de rede de hotelaria, restaurantes, bares e lanchonetes. Os recolhimentos dos meses de março e abril serão adiados e pagos em três parcelas, a partir de agosto.

"Nós vamos publicar no Diário Oficial a lista das cidades e dos empreendimentos que serão beneficiados. Ou seja, todos aqueles que não pertencem ao grupo que ficou aberto durante esse período. Dei exemplo dos supermercados, do posto de gasolina, esses funcionários normalmente não têm porque ter beneficio. O beneficio é para aqueles que tiveram que fechar", informou Rui Costa.

"Foram afetados, governador, quase 60 mil varejistas, que serão beneficiados com essa medida", acrescentou Manoel Vitório.

Medidas para o feriado

Rui Costa foi perguntado sobre o anúncio de novas medidas para o dia 2 de abril, quando é celebrada a Sexta da Paixão, feriado da Semana Santa. O governador contou que ainda avalia as melhores opções para evitar aglomerações.

"Nós estamos avaliando quais medidas serão mais eficazes, mas a ideia é sim, é tomar algumas medidas para evitar aglomeração, principalmente em lugares de praia ou lugares que possam ter superlotação de pessoas. Nós estamos avaliando quais medidas são mais eficientes”.

Publicações relacionadas