Forró na rodoviária e BR-324 mais lenta marcam ida ao São João

Soteropolitanos se animam para curtir festejos juninos pela primeira vez após três anos

Publicado quarta-feira, 22 de junho de 2022 às 14:49 h | Atualizado em 22/06/2022, 15:00 | Autor: Lucas Franco
Trânsito estava mais lento do que de costume na saída de Salvador pela BR-324, a partir do km 530
Trânsito estava mais lento do que de costume na saída de Salvador pela BR-324, a partir do km 530 -

Com atrações musicais na própria cidade e no interior, os moradores de Salvador terão a chance, pela primeira vez desde junho de 2019, de curtir o São João. As medidas restritivas de combate à covid-19 fizeram as festas juninas não acontecerem em 2020 e 2021. Entre os que escolheram viajar na manhã desta quarta-feira, 22, o discurso é de que valeu a pena embarcar antes do início do feriadão.

“Está muito boa a organização, eles [funcionários da rodoviária] ficam aqui atrás da gente para falar os horários e tudo”, conta Dejanira Xavier, que passará a festa em Pedrão, a cerca de 140 km de Salvador. Sua amiga, Giudete Alves, também enxerga que a situação na saída da capital baiana esteja sob controle. “Quando a gente quer viajar, tem que ter paciência. Todo mundo [os funcionários da rodoviária] ajuda, então tem que esperar”, conta Giudete, sobre o atraso na saída do ônibus, de até então dez minutos.

Uma passageira, porém, se encontrava mais impaciente com a situação de espera. Moradora de Cansanção, cidade a 350 km de Salvador, Márcia Regina veio para a capital para ver o filho. “Estamos aqui no caos, tem que se tomar uma providência. Isso não é uma rodoviária de uma capital, parece até rodoviária de interior. São poucas as cidades na Bahia que tem cuidado, Feira de Santana mesmo é uma vergonha”, desabafa. No entanto, Márcia alega que a recepção, assim que chegou, foi animada, com um trio de forrozeiros que tocava algumas das músicas mais conhecidas de forró. “Acabei de chegar e já encontrei o trio forrozeiro, é tudo de bom e é isso que a gente quer, mas a gente também quer condições dignas de entrar e sair, de ter lugares para sentar, não queremos mais do que isso”, completou. 

Forró animou os passageiros que aguardavam na Rodoviária
Forró animou os passageiros que aguardavam na Rodoviária |  Foto: Shirley Stolze/ Ag A Tarde
  

O trio forrozeiro formado pelos músicos Igor Caxixi, Jaime Bocão e Marcos Pedreira, que tocava próximo de um dos dois terminais de embarque, foi um dos componentes para dar um ar acolhedor à rodoviária, aponta o gerente de operações do local, Adevaldo Santos. “As pessoas gostam muito. Até o dia 24, teremos algumas atrações e com o som um pouco baixo para não causar incômodo a lojistas e operadores de ônibus, mas que todos que estejam no entorno consigam ouvir um bom forró e consigam se animar para viajar nessa boa expectativa que nós temos”, disse.

BR-324 mais lenta até tarde de quarta-feira

O trânsito estava um pouco mais lento, mas sem grandes congestionamentos na BR-324, mesmo após a estação de metrô de Bom Juá, trecho em que motoristas costumam esperar muito tempo dentro do carro às vésperas de feriados. Em um ponto de ônibus no km 530 da rodovia federal, o morador de Cajazeiras, Moisés Conceição, acredita que engarrafamentos grandes aconteçam a partir desta quinta-feira, 23. “Amanhã que é o dia”, acredita.

Publicações relacionadas