adblock ativo

Tarifa do metrô sobe para R$ 4,10 nesta terça; ônibus metropolitanos também têm reajuste

Publicado segunda-feira, 26 de abril de 2021 às 16:08 h | Atualizado em 26/04/2021, 16:13 | Autor: Da Redação
Último reajuste na tarifa do metrô tinha acontecido em março do ano passado | Foto: Raul Spinassé | Ag. A TARDE
Último reajuste na tarifa do metrô tinha acontecido em março do ano passado | Foto: Raul Spinassé | Ag. A TARDE -
adblock ativo

Nesta terça-feira, 27, os valores das passagens do metrô e das linhas rodoviárias metropolitanas sofrerão reajustes. A tarifa do metrô, que atualmente é de R$ 3,90, será reajustada em 5,1%, passando a custar R$ 4,10. A tarifa de integração do metrô com os ônibus, seguindo a regra de cobrar o maior valor dos sistemas integrados, passará a ser R$ 4,40, mesmo preço cobrado pelos ônibus do Sistema de Transporte Coletivo por Ônibus (STCO), e do Sistema de Transporte Especial Complementar (STEC).

Já as linhas de ônibus metropolitanos, que são regulamentadas pela Agerba, terão reajuste conforme a área de circulação. As tarifas das linhas que compõem o Anel 1, ônibus que atendem as cidades de Simões Filho e Lauro de Freitas, passam de R$ 4,10 para R$ 4,30.

O valor cobrado nas linhas do Anel 2, que atendem Camaçari e Candeias, passa de R$ 5,80 para R$ 6,10, e as tarifas das linhas que atendem o Anel 3, Dias D'Ávila, Mata de São João, São Sebastião do Passé, Madre de Deus, saem de R$ 8,10 e vão para R$ 8,60. De acordo com a Agerba, esse reajuste é concedido anualmente com base na correção de um conjunto de índices, a exemplo da variação do diesel, IPCA e INPC, que neste ano é de 5,85%.

Aumento nos ônibus

Os reajustes no metrô e em ônibus metropolitanos acompanham a alta dos ônibus de Salvador, que partir desta segunda-feira, 26, passaram a cobrar R$ 4,40 pela viagem. O aumento de 20 centavos representou um percentual de reajuste de 4,76%, desde o último reajuste que aconteceu em março de 2020, quando a tarifa passou a custar R$4,20.

O secretário de Mobilidade Urbana de Salvador, Fabrízzio Müller, justificou em entrevista à TV Bahia aumento da tarifa de ônibus na cidade dizendo que foi uma cláusula de um Termo de Ajuste de Conduta (TAC), acordado com o Ministério Público da Bahia (MP-BA), em 2019.

adblock ativo

Publicações relacionadas