adblock ativo

Tatuadora pede ajuda para manter dieta

Publicado sexta-feira, 25 de setembro de 2015 às 21:18 h | Atualizado em 25/09/2015, 21:18 | Autor: Alean Rodrigues | Feira de Santana
Obesa tatuadora
Obesa tatuadora -
adblock ativo

Nove dias após a primeira consulta para avaliar a possibilidade de fazer a cirurgia bariátrica, a tatuadora Adizaite Helena de Marilac Gomes de Moura, de 30 anos  segue à risca a dieta recomendada pelo nutricionista do Hospital da Bahia e já sente que os incômodos  causados pela obesidade mórbida estão menores.

Com exatamente 226 quilos de peso, ela precisa perder 30 quilos para que a cirurgia possa ser realizada. "Acho que já perdi 4kg. Faço coisas que não fazia antes, como dormir deitada e cortar as unhas dos pés. Estou feliz, embora no começo tenha sentido tonturas e dores de cabeça. Vou seguir a dieta, chegar ao peso adequadotado e fazer o procedimento com que tanto sonho", diz.

A dieta, que ela começou a fazer no dia 19, consiste em se alimentar a cada três horas, sendo que num dia ela come apenas verduras e legumes e, no outro, consome apenas líquidos como sucos, caldos e água de coco.

Carnes vermelhas ou brancas, apenas 50 gramas por dia. Ela diz que a próxima consulta será no dia 2.  " Tenho certeza de que chego aos 30 quilos, embora tenha descoberto que, além de diabetes e  hipertensão, estou com problemas de tireóide. Vou superar tudo", disse,  demonstrando determinação.

Adizaite só se emociona ao lembrar dos filhos, de 7 e 9 anos,  que ficaram em Fortaleza, com amigos. "A vontade de tê-los perto de mim é maior que a vontade de comer. Quero muito ter uma vida melhor,  para poder criá-los", frisa.

Desempregada e sobrevivendo dos bicos que o marido Marivaldo Aquino Júnior faz como ajudante de pedreiro, que lhe rende cerca de R$ 50,00 por dia, a tatuadora supera a vergonha e faz um apelo.

"Preciso de frutas e verduras, a doação será bem vinda. Como não estamos trabalhando, é difícil manter a dieta. Minha alimentação tem sido dada por uma irmã de igreja. Mas só dá até a próxima semana", diz. Quem quiser ajudar Adizaite Helena pode ligar para 75 8102-5405 e  falar com Ana Lúcia.

adblock ativo

Publicações relacionadas