Menu
Pesquisa
Pesquisa
Busca interna do iBahia
HOME > BRASIL
Ouvir Compartilhar no Whatsapp Compartilhar no Facebook Compartilhar no X Compartilhar no Email
04/12/2023 às 17:19 • Atualizada em 05/12/2023 às 13:58 - há XX semanas | Autor: Da Redação

Alexandre Pires é alvo de operação contra garimpo em Terra Yanomami

Empresários e cantor são suspeitos de ter recebido ao menos R$ 1 milhão de uma mineradora

A ação é um desdobramento das investigações iniciadas em janeiro de 2022
A ação é um desdobramento das investigações iniciadas em janeiro de 2022 -

O cantor Alexandre Pires e empresários são alvos de uma ação da Polícia Federal (PF), suspeito de receber R$ 1 milhão de reais de uma mineradora investigada na Operação Disco de Ouro. A ação busca desarticular um esquema de financiamento e logística ao garimpo ilegal na Terra Indígena Yanomami

Ao todo, são cumpridos dois mandados de prisão e seis de busca e apreensão, inclusive em seu cruzeiro, em Santos. As medidas também foram expedidos pela 4ª Vara Federal da Seção Judiciária de Roraima, em Boa Vista e Mucajaí, em Roraima, além de São Paulo (SP), Santarém (PA), Uberlândia (MG) e Itapema (SC). Também foi determinado o sequestro de mais de R$ 130 milhões dos suspeitos.

A organização teria o envolvimento de Matheus Possebon, famoso empresário do ramo musical. Ele seria suspeito um dos responsáveis pelo núcleo financeiro dos crimes.

A ação é um desdobramento das investigações iniciadas em janeiro de 2022 quando foram encontradas em uma empresa investigada 30 toneladas de cassiterita extraídas da Terra Indígena Yanomami. Elas estariam sendo preparadas para remessa ao exterior.

Ao todo, são cumpridos dois mandados de prisão e seis de busca e apreensão
Ao todo, são cumpridos dois mandados de prisão e seis de busca e apreensão | Foto: Divulgação/PF

“O inquérito policial indica que o esquema seria voltado para a “lavagem” de cassiterita retirada ilegalmente da TIY, no qual o minério seria declarado como originário de um garimpo regular no Rio Tapajós, em Itaituba (PA), e supostamente transportado para Roraima para tratamento. As investigações apontam que tal dinâmica ocorreria apenas no papel, já que o minério seria originário do próprio estado de Roraima”, aponta a PF.

Na operação foram identificadas transações financeiras que ligavam toda a cadeia produtiva do esquema, com a presença de pilotos de aeronaves, postos de combustíveis, lojas de máquinas e equipamentos para mineração e laranjas para encobrir movimentações fraudulentas.

Assuntos relacionados

cassiterita Operação Disco de Ouro polícia federal R$ 130 milhões. Terra Indígena Yanomami

Compartilhe essa notícia com seus amigos

Compartilhar no Email Compartilhar no X Compartilhar no Facebook Compartilhar no Whatsapp

Tags:

cassiterita Operação Disco de Ouro polícia federal R$ 130 milhões. Terra Indígena Yanomami

Repórter cidadão

Contribua para o portal com vídeos, áudios e textos sobre o que está acontecendo em seu bairro

ACESSAR

Assuntos relacionados

cassiterita Operação Disco de Ouro polícia federal R$ 130 milhões. Terra Indígena Yanomami

Publicações Relacionadas

A tarde play
A ação é um desdobramento das investigações iniciadas em janeiro de 2022
Play

VÍDEO: Homem atira contra casal em carro em rodovia de SP

A ação é um desdobramento das investigações iniciadas em janeiro de 2022
Play

Pai é preso após ser filmado abusando da filha internada na UTI

A ação é um desdobramento das investigações iniciadas em janeiro de 2022
Play

Mulher grávida 'invade' Câmara e exige que vereador reconheça filho

A ação é um desdobramento das investigações iniciadas em janeiro de 2022
Play

Avião cai em região de mata e deixa duas pessoas mortas; assista

x

Assine nossa newsletter e receba conteúdos especiais sobre a Bahia

Selecione abaixo temas de sua preferência e receba notificações personalizadas

BAHIA BBB 2024 CULTURA ECONOMIA ENTRETENIMENTO ESPORTES MUNICÍPIOS MÚSICA POLÍTICA