Anestesista é preso por estuprar paciente que passava por cesárea

Funcionários de unidade de saúde gravaram escondido vídeo que flagrou crime

Publicado segunda-feira, 11 de julho de 2022 às 09:10 h | Atualizado em 11/07/2022, 09:25 | Autor: Da Redação
Médico anestesista Giovanni Quintella foi preso na madrugada desta segunda
Médico anestesista Giovanni Quintella foi preso na madrugada desta segunda -

Um médico anestesista foi preso em flagrante por estupro após abusar de uma paciente que estava dopada e passava por um parto cesárea no Hospital da Mulher em Vilar dos Teles, na cidade de São João de Meriti (RJ). A prisão foi efetuada na madrugada desta segunda-feira, 11, pela Delegacia de Atendimento à Mulher do município. As informações são do portal G1. 

A prisão em flagrante aconteceu após funcionários da unidade de saúde filmarem o anestesista colocando o pênis na boca de uma paciente quando ele participava do parto dela.

A desconfiança da equipe com o anestesista, identificado como Giovanni Quintella Bezerra, era antiga. Os funcionários da unidade de saúde desconfiavam do comportamento e da quantidade de sedativo aplicado nas grávidas. Por conta disso, a polícia tenta descobrir outras possíveis vítimas do anestesista.

No domingo, 10, o médico já tinha participado de outras duas cirurgias em salas onde a gravação escondida era inviável. Na terceira operação do dia, a equipe conseguiu, de última hora, trocar a sala, esconder o telefone e confirmar o flagrante.

O Conselho Regional de Medicina do Estado do Rio de Janeiro (Cremerj) abriu um processo para expulsar o anestesista. Em nota, a Fundação Saúde do Estado do Rio de Janeiro e a Secretaria de Estado de Saúde repudiaram a conduta do médico anestesista.

“Informamos que será aberta uma sindicância interna para tomar as medidas administrativas, além de notificação ao Cremerj. A equipe do Hospital da Mulher está prestando todo apoio à vítima e à sua família”, afirmaram.

Publicações relacionadas