Animais morrem após pet shop alagar no Rio Grande do Sul | A TARDE
Atarde > Brasil

Animais morrem após pet shop alagar no Rio Grande do Sul

Bichos foram deixados para trás devido às enchentes que atingem o estado

Publicado sábado, 18 de maio de 2024 às 09:16 h | Autor: Da Redação
Empresa está sendo acusada de negligência nas redes sociais
Empresa está sendo acusada de negligência nas redes sociais -

A rede de pet shop brasileira Cobasi confirmou, nessa sexta-feira, 17, a morte de todos os animais que estavam dentro de um estabelecimento, localizado no subsolo do shopping Praia de Belas, em Porto Alegre, no Rio Grande do Sul. Os bichos foram deixados para trás devido às enchentes que atingem o estado.

A empresa está sendo acusada de negligência nas redes sociais. “Negligentes! A Cobasi sendo uma loja imensa deveria ter plano de evacuação para os seus pets. Em caso de incêndio se faz o quê? Corre e deixa os bichos pegarem fogo? Não é possível que vocês não tenham um plano de evacuação que proteja a vida dos animais que vocês comercializam”, escreveu um internauta nos comentários de uma publicação no Instagram da empresa sobre como ajudar os animais do Rio Grande do Sul.

A Cobasi afirmou, em nota, que lamenta o ocorrido e que vai rever protocolos. Além disso, a empresa disse que os funcionários foram obrigados a seguir orientações das autoridades, que pediam a evacuação imediata do local. Por isso, não conseguiram realizar o resgate dos animais que ali estavam.

“Foi garantido que os animais estivessem seguros e com o necessário para a sobrevivência até o retorno dos colaboradores que considerávamos ser breve. Infelizmente nossos funcionários, como grande parte das pessoas do Sul, não esperavam por uma situação tão grave e longa”, inicia o comunicado.

“A tragédia foi sem precedentes e, apesar das tentativas constantes da empresa nos últimos dias, não foi possível o acesso seguro à loja devido o nível da água. Nossa loja fica no subsolo do shopping e ainda não é possível acessar o local”, continua.

O texto completa: “É com pesar que comunicamos a perda das vidas dos animais que estavam no local. Ficamos muito abalados com a situação e estamos revendo processos para que, em caso de emergências futuras, possamos atuar melhor em prol dessas vidas. Seguiremos atuando com as ONGs de proteção animal, da região e de todo o país, para salvar as vidas que pudermos, enquanto lamentamos aquelas que não pudemos salvar”.

A Cobasi não soube informar quantos bichos estavam no local.

Publicações relacionadas

MAIS LIDAS