Bolsonaro rebate Maia sobre homossexualidade e beija primeira-dama

Publicado domingo, 05 de setembro de 2021 às 13:46 h | Atualizado em 05/09/2021, 13:56 | Autor: Da Redação

Após as declarações do deputado federal do Rio de Janeiro e ex-presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, ter afirmado acreditar que o atual presidente seria homossexual, Jair Bolsonaro (sem partido) decidiu "provar" sua masculinidade beijando a primeira-dama, Michelle Bolsonaro, neste sábado, 4, em evento organizado em Brasília.

A cena aconteceu durante a Conferência de Ação Política Conservadora (Cpac) na Capital Federal. Bolsonaro disse em discurso que poderia até processar Maia por homofobia e garantiu que não considera crime ser gay.

"Essa semana foi um festival de acusações. O Rodrigo Maia me acusou de ser gay. Se bem que eu não considerado nenhum crime ser gay, até porque se eu for levar a pé o que ele falou, seria processado por homofobia", declarou.

Publicações relacionadas