Bussunda dizia que o humor o salvou

Publicado sábado, 17 de junho de 2006 às 17:01 h | Atualizado em 17/06/2006, 17:01 | Autor: Agencia Estado

Cláudio Besserman Vianna, o Bussunda, dizia que havia sido salvo pelo humor. Adolescente, chegou a ser reprovado com nota zero em todas as matérias. Dava tanta preocupação que os pais, Luís Guilherme Viana e Helena Besserman Vianna, reuniram os outros dois filhos do casal e recomendaram que os meninos tomassem conta do irmão. No vestibular, foi o penúltimo colocado para o segundo semestre do curso de comunicação social da UFRJ.

"Na faculdade pública meus pais não podiam reclamar que pagavam mensalidade e a faculdade ajudava no meu projeto de vida de não fazer nada. Não me formei, mas foram ótimos anos", disse certa vez.

Em 1978, Beto Silva, Marcelo Madureira e Hélio de la Peña, estudantes de engenharia, fundaram o jornal mimeografado e clandestino "Casseta Popular". Dois anos depois, Bussunda e Cláudio Manoel juntaram-se ao grupo de editores do jornal, que passou ao formato tablóide. Em 1984, Hubert e Reinaldo lançaram o "Planeta Diário".

A turma se encontrou como roteirista do programa "TV Pirata", na Rede Globo. Fizeram ainda "Dóris para Maiores", antes do "Casseta & Planeta, Urgente!" ir ao ar em 1992. "O Casseta e Planeta foi a única coisa nova do humor na TV. Pela primeira vez, a inteligência baseada na informação chega à televisão", definiu o cartunista Ziraldo.

O humor político dava a tônica do programa. "É característica do humor de qualidade ser cruel. Não perdoavam nada, nem a esquerda nem a direita. E o Bussunda era um craque", continua Ziraldo.

Flamenguista - Bussunda era flamenguista doente, famoso glutão e conhecido pelo bom humor. Casou-se em 1989 com a jornalista Angélica Nascimento, com quem teve uma filha, Júlia, de 13 anos. No programa televisivo, encarnava Lula, Ronaldo Fenômeno, Maradona. Com os cassetas, escreveu onze livros, lançou três discos, encenou uma peça de teatro e protagonizou um filme, "Casseta & Planeta: A Taça do Mundo é Nossa", em 2003. Também participou de "Como ser Solteiro" e dublou "Shrek".

Publicações relacionadas