Foragido, Allan dos Santos pede desbloqueio de contas ao STF

Blogueiro vive nos Estados Unidos e alega não ter condições de se manter

Publicado quinta-feira, 17 de março de 2022 às 09:45 h | Atualizado em 17/03/2022, 09:45 | Autor: Da Redação
Pedido da defesa de Allan dos Santos ainda não foi respondido
Pedido da defesa de Allan dos Santos ainda não foi respondido -

Considerado foragido da Justiça brasileira desde outubro do ano passado, o blogueiro bolsonarista Allan dos Santos apelou ao Supremo Tribunal Federal (STF) para ter desbloqueada as contas bancárias de sua empresa de comunicação, o canal Terça Livre. 

Allan dos Santos teve a sua prisão decretada pelo ministro do STF, Alexandre de Moraes, em outubro do ano passado. Na ocasião, o ministro também determinou o bloqueio de todas as contas ligadas ao canal Terça Livre. 

Em pedido de desbloqueio, a defesa de Allan dos Santos alegou que o bloqueio “inviabilizou a subsistência própria e familiar do impetrante”, pois lhe privou de “renda e recursos de natureza alimentar”, apontou em petição de quase 50 páginas, o advogado Renor Oliver Filho. 

O apelo da defesa do blogueiro foi feito ao ministro Edson Fachin para reconsiderar sua última sentença (em que confirmou as decisões de Alexandre de Moraes) ou levar o tema ao plenário do STF.

Allan dos Santos vive nos Estados Unidos e segue livre graças ao não reconhecimento do governo norte-americano ao pedido de extradição feito pelo STF. No entanto, alegando não ter mais formas de se manter, o blogueiro pede doações em moeda estrangeira e até bitcoin. Em janeiro, ele afirmou não ter dinheiro para pagar nem a própria defesa.

“Por falta de dinheiro para pagar o único advogado que sobrou, preciso encontrar advogados voluntários para tocar os processos em andamento no Brasil. Quem estiver interessado em ajudar, por favor, entre em contato comigo pelo site”, pediu ele.

Edson Fachin ainda não respondeu o pedido da defesa de Allan dos Santos. 

Publicações relacionadas